Estado

Foto: Divulgação Jales Paniago, Fernando Lira e Odir Rocha: em encontro, manifestaram apoio à chapa 2 “Responsabilidade Classista” Jales Paniago, Fernando Lira e Odir Rocha: em encontro, manifestaram apoio à chapa 2 “Responsabilidade Classista”

Três profissionais da medicina tocantinense que reúnem experiência, credibilidade, respeito e admiração por parte de colegas de trabalho se encontraram nesta semana, em Palmas, para discutir a situação da categoria, as condições de trabalho e os direitos dos colegas. Um dos temas centrais foi a eleição no Simed (Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins). Apesar dos problemas vividos pela classe atualmente, Jales Paniago, Fernando Lira e Odir Rocha demonstraram a inquietude, os sonhos e a garra de jovens recém-formados ao debateram o futuro da saúde tocantinense, tendo como foco principal a figura do médico.

Os problemas levantados durante a conversa foram precedidos de sugestões e soluções. E as questões pontuais tinham como origem a necessidade de uma maior representatividade aos profissionais, tanto da capital como, principalmente, do interior. 

O clínico geral Jales Paniago, 65 anos, destacou a responsabilidade dos médicos em relação ao pleito. “Nós médicos temos uma responsabilidade tremenda de eleger a nova administração do sindicato, que terá responsabilidade de acompanhar, fiscalizar e executar aplicação continuada dos recursos para os benefícios da classe médica, que hoje é uma classe sofrida, que não tem recebido as condições adequadas para o exercício da nossa profissão”, disse.

Fernando Lira, reumatologista de 59 anos, falou da necessidade de renovação na representatividade da classe. “É preciso renovar”, destacou. Como Paniago, Lira destacou o apoio à chapa 2 “Responsabilidade Classista”, encabeçada por Hugo Magalhães, que disputa a eleição no Simed. “Os profissionais que compõem a chapa 2 são pessoas motivadas, novas e preparadas para levar esse sindicato adiante. O doutor Hugo [Magalhães] é referência por encabeçar várias lutas da classe médica, em relação ao HGP [Hospital Geral de Palmas], por melhores condições de trabalho e valorização salarial”, comentou.

Outro apoio foi manifestado à chapa 2 foi dado pelo obstetra Odir Rocha, de 75 anos. Ex-prefeito de Palmas e que atua no antigo norte de Goiás, hoje Tocantins, desde os anos 70, foi mais contundente: “Está na hora de unir a classe médica do Tocantins e mais uma vez ir contra a questão da reeleição”. 

Ele destacou a atuação combativa de Hugo Magalhães e demais membros da chapa por melhorias na condição de trabalho e direitos dos médicos. “Precisamos de um grupo que tem coragem de lutar por nós. E, analisando as propostas das chapas que disputam o pleito, fica claro que as propostas da chapa 2 são superiores, por terem mais vitalidade, força e vontade de representar a nossa profissão”, comentou.

Por: Redação

Tags: Fernando Lira, Jales Paniago, Odir Rocha, Simed