Campo

Foto: Divulgação Sistema integra criação de peixes a produção de alimentos preservando os princípios agroecológicos Sistema integra criação de peixes a produção de alimentos preservando os princípios agroecológicos

Considerada um dos maiores eventos voltados para os produtores rurais da região norte do estado, a Feira de Alimentação e Agricultura Familiar de Palmeiras (Feapa), acontecerá de 19 a 22 de maio, no Parque de Exposição da Agricultura Familiar Bentinho da Silva Bezerra, em Palmeiras do Tocantins, a 477 km de Palmas.

O evento é uma realização do Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Social, Econômico e Ambiental de Palmeiras (IDEP), em parceria com o Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), e demais parceiros.

A feira em sua nona edição traz na programação exposição de produtos da agricultura familiar, barracas com comidas típicas, artesanatos, palestras técnicas, unidades demonstrativas, festival gastronômico, leilão de animais, rodadas de negócio, torneio leiteiro, jogos rurais, além de eventos culturais com shows, festival da canção, escolha do garoto e garota/Feapa, e a tradicional cavalgada.

Vitrine da Agricultura Familiar

Para incentivar os pequenos agricultores a diversificar e gerar renda nas propriedades, o Ruraltins apresenta na Feapa, no espaço da Vitrine da Agricultura Familiar, um sistema de produção integrado. De acordo com o extensionista, Felismino Coelho, o carro chefe do projeto será a criação de peixes. “Este ano iremos mostrar uma mini propriedade bem diversificada, trabalhando com a criação de peixes, integrada a produção de milho verde, feijão, tomate, abobrinha e pepino. Além dessas cultivares, tem ainda a produção de hortaliças, batata doce e mandioca. Sempre prezando os princípios agroecológicos”, explicou o extensionista, complementando que dentro do sistema tem ainda o pastejo rotacionado para a criação de gado de leite e galinha caipira. “Durante a Feira iremos realizar também oficinas de pastagens, ministrar palestras sobre irrigação, diversificação da propriedade, produção orgânica e piscicultura”, finalizou.

A coordenadora da Feapa, Nalva Braga, destaca que o evento dever atrair 25 mil pessoas durante os quatro dias de sua realização. “Estamos com uma expectativa muito boa. A feira já é um evento consolidado, sendo nosso objetivo fortalecer os arranjos produtivos locais, gerar renda e promover, cada vez mais, o crescimento econômico da região”, frisou.