Araguaína

Foto: Divulgação

A semana dos araguainenses começa com falta de acesso ao transporte público, na cidade. Desde sábado, 21, os moradores do segundo maior município do Tocantins estão precisando procurar outro meio de locomoção devido a Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros (Cooperlota), responsável pelo transporte coletivo em Araguaína, sofrer determinação judicial para apreensão de todos os seus 30 ônibus, por falta de pagamento de parcelas referente a financiamento dos veículos ao banco credor. 

A polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão no pátio da cooperativa. Os ônibus foram recolhidos e os usuários estão sem o transporte público. 

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (AMTT), esclareceu que já havia notificada a Cooperlota por irregularidades, solicitando que os problemas fossem resolvidos. De acordo com a Prefeitura, há outra licitação em andamento para o transporte público convencional, pela quarta vez.

Segundo a Prefeitura de Araguaína, a Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Araguaína (AMTT) está tomando as providências legais e administrativas para resolver a situação em curto prazo, minimizando os transtornos à população.

Por: Redação

Tags: Araguaina, Prefeitura de Araguaina