Campo

Foto: Ernandes Barboza Belchior

A Embrapa e parceiros vêm desenvolvendo no Tocantins, nos últimos anos, ações de transferência de tecnologias em propriedades rurais consideradas modelo. São as chamadas Unidades de Referência Tecnológica (URTs), hoje cerca de 30 no Estado. Uma delas é a Fazenda Trigueira, que fica no município de Pium, região Centro-Oeste do Tocantins, e que desde 2012 trabalha com recuperação ou reforma de pastagens.  

Os benefícios estão aparecendo. De acordo com Ernandes Barboza Belchior, pesquisador da Embrapa Pesca e Aquicultura, "no caso da Fazenda Trigueira, os ganhos significativos têm sido observados com a consequente diversificação produtiva, já que os proprietários introduziram, além da pecuária, o componente agrícola na comercialização. O atual sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) e a produção de grãos têm favorecido ganhos de produtividade na pecuária, com aumento da rentabilidade e importante valorização da propriedade, principalmente com a ampliação de benfeitorias. Os ganhos de produtividade resultaram em melhorias nas condições de comercialização e favoreceram o relacionamento institucional, com ampliação das ações de assistência técnica e a crescente disposição à adoção de inovações tecnológicas".

No início dos trabalhos, a propriedade mantinha cerca de 200 cabeças de gado em 300 hectares de pastagens extensivas, o que dava uma produtividade de 0,66 cab / ha, considerada baixa. Com quase 100 hectares de pastagens recuperadas ou reformadas, a produtividade subiu consideravelmente para 1,75 cab / ha, com 526 cabeças de gado nos mesmos 300 hectares totais.

Houve ainda ganho do ponto de vista ambiental. "Para os produtores, ficou latente o ganho ambiental proporcionado pela recuperação de pastagem, já que as recomendações quanto ao preparo, à correção e à adubação do solo; o controle biológico de pragas, doenças e plantas daninhas; o manejo adequado do pastejo, bem como a lotação adequada de animais, elevaram a capacidade produtiva do solo, melhorando seus atributos químicos e físicos", explica Ernandes.

Oficina 

Em maio, aconteceu em Palmas oficina de trabalho, da qual participaram a Embrapa, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), a secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) do Tocantins, a Uema (Universidade Estadual do Maranhão) e a Agropecuária Santa Luzia, propriedade localizada em São Raimundo das Mangabeiras-MA.

Foi a "Oficina de avaliação de impactos e desempenho socioambiental em sistemas de Integração Lavoura-Pecuária: análise de caso na região 03 – Matopiba", que contou com uma visita à Fazenda Trigueira. Para analisar os dados colhidos na propriedade, foi utilizado um sistema (chamado Ambitec-Agro, v.8.15) que reúne 148 indicadores em 27 critérios que procuram descrever o desempenho socioambiental dos estabelecimentos.

Por: Redação

Tags: Embrapa, Ernandes Barboza Belchior, campo