Meio Ambiente

Foto: Tânia Caldas

Na tarde desta última sexta-feira, 1º, o Conselho Consultivo Deliberativo da Área de Proteção Ambiental (APA) Lago de Palmas reuniu seus membros no auditório do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). Na pauta do encontro assuntos relativos à criação de uma Associação sem fins lucrativos, que irá atuar como apoio à gestão da entidade, no sentido de captar recursos para a construção da sede própria da APA, a qual teve o lançamento da pedra fundamental no último dia 28.

Na oportunidade os conselheiros elaboraram os principais objetivos da associação. Dentre eles estão a elaboração do estatuto da Associação, promoção do equilíbrio ecossistêmico local, a implementação do plano de manejo, promoção de ações de turismo nas suas diferentes modalidades, além da viabilização de ações de educação ambiental com atividades escolares, esportivas e de lazer.

O conselheiro e membro da Associação de Homens e Mulheres de Negócios da região de Luzimangues (Adomangues), Rogério Tonaco, sugeriu que a nova Associação seja composta por membros do Conselho da APA e atue como um instrumento de apoio à gestão da instituição. “Com a Associação em funcionamento podemos captar recursos inclusive da iniciativa privada para a construção da sede própria da APA”, disse.

Para o gestor e presidente do Conselho da APA do Lago de Palmas, Abel Cardoso, a Associação vai atuar com transparência. “O nosso objetivo é que ocorram auditorias anuais. Tudo será realizado com muita clareza”, enfatizou.

Durante a reunião do Conselho ficou definido que logo após a elaboração do Estatuto, será eleita a Diretoria, que irá buscar meios para construir a sede da APA, o mais rápido possível.