Saúde

Foto: Divulgação

Adailton Alves Moura, 38 anos, é de Formoso do Araguaia mas está internado no Hospital Geral de Palmas (HGP) desde o dia 21 de julho, acamado após ter sofrido acidente de trabalho em uma fazenda em Formoso do Araguaia/TO. De acordo com Cleiton Sousa, amigo de Adailton, o paciente trabalhava em uma fazenda com a derrubada de árvores com motosserra, quando uma delas caiu sobre ele, resultando em fraturas na clavícula e na coluna, sendo esta última responsável pela perda de movimentos nas pernas. 

Adailton aguarda cirurgia que não tem previsão para acontecer. Segundo Cleiton, o amigo precisa de cirurgia na região do tórax - cirurgia aberta de coluna - por ter esmagado medula óssea. Alves sente fortes dores e para piorar a situação, teria adquirido pneumonia e infecção no hospital. Segundo Cleiton, o hospital não estaria medicando Adailton. "Nem dava receita para comprar fora. Ele é o mais grave de lá. Não quer nem que peguem nele de tanta dor", disse Cleiton que completou: "É uma calamidade!". 

O irmão do paciente, Lorival Alves Moura, acompanha o paciente e confirmou ao Conexão Tocantins que Adailton perdeu o movimento das pernas. "Se ele pudesse pelo menos sentar, mas as pernas ele não mexe. Só mexe a cabeça e os braços e tem dificuldades até para estar falando", disse Lorival. 

Sesau 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) por meio do  Hospital Geral de Palmas (HGP) informou ao Conexão Tocantins que o paciente Adailton Alves Moura segue internado sob os cuidados da equipe multiprofissional da unidade com quadro estável. De acordo com a Sesau, o paciente aguarda programação de cirurgia conforme a classificação de risco, quadro de saúde e ordem de chegada.

A demora para realização do procedimento cirúrgico, segundo a Sesau, ocorre devido a grande demanda de paciente recebidos na unidade, principalmente em situação de urgências e emergências.