Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais Militares do Destacamento de Esperantina desbarataram na zona rural do município, no Projeto de Assentamento União, por volta das 18 horas desta terça-feira, 30, uma fábrica clandestina de armas artesanais.

O Serviço de Inteligência da Polícia Militar recebeu denúncias de que no referido projeto de assentamento um cidadão fabricava, reformava e vendia armas de fogo. Após constatar, “in loco”, a veracidade das informações, a equipe de Rádio Patrulha de Esperantina foi acionada. Quando os militares chegaram no local, encontraram um lavrador, mas este afirmou que os materiais e as armas pertenciam a outra pessoa. Diante da violação ao Estatuto do Desarmamento, Lei n° 10.826/2003, foi dada voz de prisão ao suspeito.

No interior da casa os militares encontraram os seguintes materiais: 01 espingarda cal. 28 e 01 espingarda cal. 36, 01 torno, 01 lixadeira e 01 máquina de solda, além de vários utensílios para fabricação.

O lavrador e todo material foram conduzidos à Central de Augustinópolis para a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante.

Por: Redação

Tags: Esperantina, Polícia, Polícia Militar