Polí­tica

Foto: Divulgação

A soma de abstenções nas eleições deste ano ao cargo de prefeito nos maiores municípios do Tocantins - Palmas, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Colinas e Miracema é de 65.885 mil. A soma de votos em branco nesses municípios é de 8.267 mil e de nulos  foram 23.549 mil.

Somando as abstenções das três maiores cidades - Palmas, Araguaína e Gurupi, foram 53.620 abstenções, 6.936 votos em branco e de 18.875 mil votos nulos. 

Apenas em Palmas, capital composta por 272.726 habitantes e 172.344 eleitores, foram 26.857 mil abstenções (15,58%), 4.065 mil (2,79%) votos em branco e 10.385 mil (7,14%) nulos. Foram 131.037 votos válidos. 

Nas eleições de 2012, contando com 150.526  mil eleitores, foram 23.974 (5,03%) abstenções, 1.875 (1,48%) de votos em branco e 4.483 (3,54%) votos nulos. Na época foram contabilizados 120.204 (94,97%) mil votos válidos. 

Araguaína 

Em Araguaína, cidade tocantinenses com 170.183 habitantes e 102.878 eleitores, nas eleições deste ano ao cargo de prefeito foram registradas 16.153 (15,70%) abstenções, 1.720 (1,98%) votos em branco e 5.137 (5,92%) votos nulos. Foram 79.868 votos válidos. 

Gurupi

Em Gurupi, município composto por 83,707 habitantes e 55.257 eleitores, foram 10.610 (19,25%) abstenções, 1.151 (2,58%) votos em branco, 3.353 (7,51%) nulos. Foram 40.143 mil votos válidos. 

Porto Nacional 

Na cidade de Porto Nacional, que tem uma população de 52,182 habitantes e 37.014 eleitores, houve 3.455 (9,33%) abstenções, 427 (1,27%) votos em branco e 1.845 (5,50%) votos nulos. Foram 31.287 votos válidos. 

Paraíso do Tocantins 

E em Paraíso do Tocantins, cidade com 49,076 habitantes e 31.545 eleitores, houve 5.328 abstenções, 524 votos em branco, 1.336 nulos. Foram 24.357 votos válidos. 

Colinas do Tocantins

Na cidade de Colinas do Tocantins, município com 33,981 habitantes e 21.657 eleitores, foram  2.104 abstenções, 208 votos em branco e 799 nulos. Computados 18.546 votos válidos. 

Miracema do Tocantins 

Em Miracema, com seus 19,634 habitantes e 13.965 eleitores, houve 1.378 abstenções, 172 votos em branco e 694 votos nulos. Foram 11.721 votos válidos. 

Justificar 

O eleitor que precisa Justificar a sua ausência nas eleições deste ano precisa obter Requerimento da Justificativa Eleitoral (RJE) que pode ser encontrado previamente nos sites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos TRE’s. Após a eleição, o eleitor tem 60 dias após o pleito para apresentar o RJE ao Cartório Eleitoral, devidamente acompanhado da documentação comprobatória da impossibilidade do comparecimento. O eleitor que não votar ou justificar por três eleições consecutivas terá o título cancelado.

Além do número do título eleitoral, o eleitor deve portar um documento oficial de identificação como carteira de identidade, CNH, carteira de trabalho, reservista, carteira profissional e passaporte.

Saiba quais são as consequências para quem não justificar.  O eleitor que não estiver em dia com a Justiça Eleitoral não poderá, entre outros: 

Obter passaporte ou carteira de identidade (essa restrição não se aplica ao eleitor no exterior que requeira novo passaporte para identificação e retorno ao Brasil, nos termos do § 4º do art. 7º do Código Eleitoral).

Receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição.

Renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

Inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles...