Palmas

Foto: Pedro Barbosa O valor do contrato para execução das obras é de R$ 129 milhões, divididos entre a Caixa Econômica Federal e o Tesouro Estadual O valor do contrato para execução das obras é de R$ 129 milhões, divididos entre a Caixa Econômica Federal e o Tesouro Estadual

Com 79 dias de andamento, as obras ligando as Avenidas NS-15 e L0-12, em Palmas/TO, seguem em ritmo acelerado. A primeira etapa das obras já totaliza 65% de conclusão e deverá receber a capa asfáltica ainda neste mês de outubro. As melhorias interligarão quadras da região norte e sul de Palmas, e as rodovias TO-010, TO-050 e TO-080.

Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos, Sérgio Leão, a previsão é que as obras sejam entregues no dia 20 de dezembro. “Uma das solicitações do governador foi que as obras fossem concluídas o quanto antes para que a população pudesse usufruir das melhorias”, disse.

Outro ponto abordado pelo secretário foi a respeito do trecho a ser entregue. “A princípio, a primeira etapa das obras ia da Avenida JK até a LO-10, por determinação do governador Marcelo Miranda esse trecho foi ampliado, sem que houvesse alteração no tempo de entrega do serviço. Sendo possível entregar, ainda nessa primeira etapa, a estruturação da Avenida NS-15 da JK até a LO-12, chegando a 4.800 metros em novas vias”, concluiu.

Segundo um dos fiscais da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos (Seinf) responsável pela obra, Cláudio Manoel Barreto, todos os serviços caminham conforme o previsto na assinatura da Ordem de Serviço. “A drenagem de águas pluviais e a terraplanagem seguem a todo vapor. As pontes de concreto armado e a galeria tripla já estão quase concluídas, faltando apenas, no caso da galeria, cobrir e fazer o aterro”, afirmou.

A população da cidade de Palmas e seus visitantes serão diretamente beneficiados com a estruturação das vias, uma vez que terão um melhor acesso às universidades públicas que estão situadas no trecho, além de criar uma nova rota que vai desviar o tráfego de veículos de carga do centro da cidade.

Cleibe Carvalho Aguiar, que há 18 anos trabalha como caminhoneiro, ressaltou a importância de vias apropriadas para o tráfego de caminhões. “Nós sentimos muita falta, já cheguei a bater o caminhão dentro de Palmas. Ainda mais que a cidade está crescendo, organizar o trânsito é cada vez mais necessário”, disse.

O valor do contrato para execução das obras é de R$ 129 milhões. Metade deste valor (R$ 64,5 milhões) será financiado pela Caixa Econômica Federal e a outra metade é contrapartida do Tesouro Estadual.

Os serviços a serem executados recebem o conceito de Obra Completa. Englobam desde a terraplenagem, passando pela pavimentação asfáltica, duas pontes de concreto armado, cada uma com 66 metros de comprimento e 14 metros de largura; uma galeria tripla de 68 metros de comprimento, restauração de pavimentação, sinalização, passeios com acessibilidade, urbanização, calçada de pedestre, drenagem de águas pluviais, ciclovia e iluminação pública.