Polí­cia

Foto: Divulgação

Sete presos pela Operação Ápia, deflagrada pela Polícia Federal no dia 13, foram libertados de sexta-feira para sábado, 16. Na noite de sexta-feira, três pessoas foram liberadas e na noite de sábado, outras quatro. O ex-governador do Tocantins, Sandoval Cardoso, continua preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas.  

A justificativa para a soltura dos presos, que foram ouvidos pela PF, é que eles não oferecem risco à continuidade das investigações. Outros sete continuam detidos, na mesma cela.

A Operação Ápia tem o objetivo de desarticular organização criminosa acusada de atuar no Estado fraudando licitações públicas e execução de contratos administrativos celebrados para a terraplanagem e pavimentação asfáltica em diversas rodovias estaduais. 

Ao todo seis empresas estão sendo investigadas e prestando esclarecimentos à Polícia Federal além de servidores públicos e empresários que participaram da fraude que apropriou de mais de R$ 200 milhões de recursos públicos. O ex-governador Siqueira Campos também está entre os investigados e já foi ouvido pela PF. 

Por: Redação

Tags: Operação ÁPIA, Polícia, Polícia Federal