Cultura

Foto: Divulgação

Crianças e adolescentes da Catequese e da Crisma da Catedral de Palmas têm uma atividade diferente no próximo domingo, 6 de novembro, a partir das 15 horas. Eles participam da quarta edição da Festa de Todos os Santos. A data marca o Dia de Todos os Santos, comemorado em 1º de novembro, mas transferido para o domingo, dia solene para a Igreja Católica.

A missão dos mais de 200 catequizandos era escolher um santo de preferência ou devoção e pesquisar sobre sua história de vida. Um desfile será realizado no domingo para todos aqueles que quiserem se apresentar fantasiados e imitarem o jeito de ser e de se vestir do santo escolhido. Quem desfilar concorre ainda a prêmios. 

“A importância de fazer essa pesquisa e o desfile de roupas e fantasias é a evangelização, o conhecimento da história da Igreja, das pessoas que testemunharam o amor de Cristo. A reação dos catequizandos é de curiosidade, principalmente porque os avós tem uma imagem de um santo em casa, ou querem descobrir quem era Santa Bárbara, pois sua mãe tem o mesmo nome, por exemplo”, citou a coordenadora da Catequese, Teodora Halvantzis.

De acordo com o pároco da Catedral, Pe. Eduardo Zanom, o Dia de Todos os Santos é uma forma de celebrar todos aqueles que tiveram uma vida santa, mesmo quem viveu a santidade no anonimato, sem serem reconhecidos publicamente, mas que doaram sua vida na fé.

“Todos os santos tem uma data no calendário litúrgico, mas devido ao grande número deles não haveria dias para todos. Assim, cada país celebra os santos de maior devoção ou de maior importância para a Igreja. Aqui no Brasil já celebramos representantes nacionais, como Santa Madre Paulina e Santo Antônio de Sant’ Anna Galvão”, finalizou.