Educação

Foto: Divulgação Professores e estudantes do Tocantins vão a Salvador - BA participar da 4ª Etapa da Olimpíada  de Língua Portuguesa Professores e estudantes do Tocantins vão a Salvador - BA participar da 4ª Etapa da Olimpíada de Língua Portuguesa

Estudantes do 5º e 6º anos são classificados no gênero textual poema e viajam para Salvador/Bahia, hoje, 22. Na capital baiana, os estudantes com seus respectivos professores orientadores participarão de oficinas voltadas para a produção do gênero poema no período de 22 a 24 de novembro.

Dentre as atividades do encontro de três dias estão oficinas de formação, palestras, passeios culturais e diversas outras ações que proporcionam a ampliação do repertório e das habilidades de leitura e escrita dos alunos, além de apresentar, aos professores, propostas destinadas a contribuir para a melhoria do trabalho docente.

A Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) Escrevendo o Futuro continua valorizando a interação de crianças e jovens com seu território. Em 2016, na 5ª edição, promove o concurso de textos com tema “O lugar onde vivo”.

Para escrever os textos, o aluno deve resgatar histórias, estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade, o que contribui para o desenvolvimento de sua cidadania. O concurso, dividido em quatro categorias, contemplando no Ensino Fundamental o gênero poema para 5º e 6º ano; Memórias Literárias 7º e 8º ano; Crônica para o 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio e, finalmente, Artigo de opinião para a 2ª e 3ª do Ensino Médio.

No Tocantins, os classificados no gênero textual poema são Ana Beatriz Alves Sousa, Escola Estadual Oscar Sardinha, de Miracema do Tocantins, com o texto “O lugar onde vivo”, orientada pela professora Lúcia Maria Pereira de Souza Santos; Gisele Silva Andrade, Escola Municipal Irma Julita, de Paraíso do Tocantins,  com o texto “Paraíso de verdade”, orientada pela professora Gilvânia Neiva Rocha; Ana Beatriz Barros Firmano, Escola Municipal Dom Cornélio Chizzini, de Xambioá, com o texto “Minha Xambioá”, orientada pelo professor Hiago da Silva Aguiar; Myrellah Gyovana Araújo da Silva, Escola Paroquial São Vicente Duarte, de Araguaína, com o texto “Tour por Araguaína”, orientada pela professora Maria Lucirene Alves de Sousa Moura Fé.

Para a coordenadora da Olimpíada de Língua Portuguesa, no Tocantins, Roseli Bitzcof de Moura, o encontro proporciona a interação entre professores e estudantes e produz bons resultados. “Professores e estudantes têm a oportunidade de encontrar com especialistas da área de Língua Portuguesa, o que contribui para a produção e conhecimento de textos em diversos gêneros”, pontuou.                                                                                               

Sinara Mendes de Sousa Lopes, coordenadora pedagógica da Escola Estadual Oscar Sardinha, de Miracema do Tocantins, aponta que o sentimento da escola é de satisfação. “Estamos orgulhosos, a Ana Beatriz é uma menina que sempre se destacou na escola e agora demonstrou sua sensibilidade para a poesia”, comentou.

A OLP Escrevendo o futuro

O Programa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), que contribui para a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas de todo o País.