Estado

Foto: Divulgação

Avicultores do Bico do Papagaio realizarão no próximo dia 16 de janeiro, às 8 horas, assembleia geral para decidir sobre paralisação geral dos serviços da categoria, como resultado de 100 dias de atraso no pagamento dos seus salários pela empresa Integradora Bonasa Alimentos S/A. 

De acordo com o presidente da Associação dos Avicultores do Estado do Tocantins (Avinto), Humberto Saraiva, a categoria já tentou "de todas as formas" obter respostas da Integradora sobre o atraso no pagamento dos salários, porém, sem êxito. "Já tentamos de todas as formas reunirmos com a empresa e eles não dão satisfação para nós. Estamos aqui numa situação tão difícil, gente vendendo o que não tem para pagar contas", afirmou. Segundo Humberto, a dívida da empresa com os funcionários do Tocantins "chega em torno de R$ 7 milhões". 

São em torno de 85 avicultores atuantes no Bico do Papagaio (Tocantinópolis e cidades do entorno). Alguns do Maranhão também participarão da assembleia. A avicultura do Norte do Tocantins possui capacidade de 6 milhões de aves, por ciclo. A assembleia será na sede da Avinto, em Tocantinópolis. 

O Conexão Tocantins tentou contato com a Integradora Bonasa Alimentos, no entanto, não obteve êxito nas tentativas. O espaço continua para posicionamento.