Economia

Foto: Divulgação

Na comparação com os resultados do mesmo período do ano passado, o índice de Intenção de Consumo das Famílias de Palmas cresceu 6,9% em março, chegando a 90,9 pontos. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em parceria com a Fecomércio Tocantins, que realiza a pesquisa mensalmente.

Este é o quarto mês consecutivo em que o índice apresenta crescimento. “Essa é uma informação positiva, pois indica que estamos mais perto da zona de satisfação”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni. Essa zona de satisfação é alcançada a partir de 100 pontos e se refere às avaliações de todos os indicadores analisados na pesquisa: emprego atual, perspectiva profissional, renda atual, facilidade de compra a prazo, nível de consumo atual, perspectiva de consumo e oportunidade para compra de bens duráveis.

Emprego

Das famílias entrevistadas para a pesquisa referente ao mês de março, 70,5% disseram estar mais seguras em relação ao emprego agora do que no mesmo período do ano passado e 42,7% acreditam que terão melhorias profissionais nos próximos meses. Já em relação à renda, 54,2% afirmam que a receita está melhor em comparação com março de 2016.

Consumo e expectativas

Já em relação a situação atual, os indicadores são mais pessimistas. Dos entrevistados para a pesquisa, 76,4% acreditam que está mais difícil conseguir um empréstimo ou crédito para comprar a prazo este mês que no mesmo período de 2016, e 68,6% acham que estão comprando menos.

Para os próximos meses, 43,9% afirmam que o consumo da família e da população em geral será menor que em março do ano passado e 55,3% apontam este como um mau momento para compra de bens duráveis.

O indicador da ICF é medido a partir do ponto de vista dos consumidores sobre diversos aspectos da condição de vida de sua família, tais como a sua capacidade de consumo, atual e de curto prazo, nível de renda doméstico, segurança no emprego e qualidade de consumo, presente e futuro. Os dados foram apurados nos últimos 10 dias de fevereiro.