Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Encontra-se recolhido na carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas, (CPPP), Demétriu V. do A., de 52 anos de idade. Ele é suspeito pela prática do crime de furto qualificado e foi capturado, no início da tarde desta última segunda-feira, 8, por policiais civis da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas, coordenados pelo delegado Evaldo de Oliveira Gomes.

Conforme o delegado por volta das 11h da manhã desta segunda-feira, o suspeito, que também é psicólogo, segundo a Polícia, adentrou em uma ótica, localizada na Quadra 104 Norte e se passou por cliente, fingindo interesse em fazer um orçamento de um par de óculos. Em seguida, ele aproveitou um momento de distração da vendedora e subtraiu um aparelho celular, moto G5 e empreendeu fuga.

Após serem informados do crime, os agentes da 5ª DP, com compartilhamento de informações da Polícia Militar, localizaram e prenderam Demétriu, quando o indivíduo se encontrava em frente à outra loja, no Jardim Aureny III. No momento da abordagem policial, o suspeito ainda se encontrava na posse do celular furtado, o qual foi recuperado.

Demétriu usa tornozeleira eletrônica e tem várias passagens pela Polícia por furto. Ainda segundo o delegado Evaldo, o homem utiliza um grande poder de persuasão no intuito de ganhar a confiança de suas vítimas e, em seguida, ao menor sinal de distração, pratica os furtos.

Após os procedimentos cabíveis, o indivíduo foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá  à disposição do Poder Judiciário. 

Conselho Regional de Psicologia 

Segundo o Conselho Regional de Psicologia 23ª Região (CRP-23), enquanto autarquia federal que representa psicólogos e psicólogas do Tocantins, o suspeito de furto qualificado Demétriu V. A., de 52 anos, não possui registro profissional em nenhum dos conselhos representativos da classe no País. (Matéria atualizada às 17h05)