Estado

Foto: Divulgação

A Comarca de Augustinópolis, no extremo Norte do Tocantins, realiza uma mobilização para reduzir o número de processos em tramitação. O Mutirão de Audiências Criminais, que teve início na última segunda-feira (15/5), tem o objetivo de instruir e julgar 80 processos em cinco dias.

Os feitos pautados para o mutirão foram divididos em duas bancas. Uma delas é presidida pelo diretor do Foro, juiz Jefferson David Asevedo Ramos; e a outra pelo juiz Alan Ide Ribeiro da Silva, magistrado que atualmente auxilia nos trabalhos da Comarca.

Para a iniciativa, foram designados julgamentos de feitos relacionados a casos de homicídio, crimes contra o patrimônio, Lei Maria da Penha, tráfico de drogas e crimes de trânsito.

O mutirão segue até sexta-feira (19/5).