Saúde

Foto: Cleia Gomes

Crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e puérperas são os grupos com menor adesão à Campanha de Vacinação contra Influenza, iniciada em 17 de abril e que se encerra nesta sexta, 26. Devido à baixa procura, a Secretaria Municipal de Saúde dedica a última semana da campanha (22 a 26) à busca por essas pessoas que ainda não se vacinaram. As ações vão de um simples telefonema a essas pessoas até realizar vacinação nos Centros Municipais de Educação, os CMEIs, da Capital.

Nesta segunda, 22, por exemplo, técnicos do Centro de Saúde da Arso 43 foram até o CMEI Carrossel, na Arso 42, para vacinar os pequenos no horário de saída, acompanhados dos pais que levaram o cartão de vacina dos seus filhos.

A administradora Soneide Patrício disse que sempre aproveita a campanha realizada no CMEI para vacinar a filha Ana Laura, de quatro anos. “Eu faço faculdade de direito, tenho estágio e tenho uma vida muito corrido, fica difícil ir até a unidade de saúde. No Dia D, por exemplo, eu estava estagiando, não deu para levá-la. Daí eu sempre espero a realização da vacina aqui no CMEI porque é sempre no horário de buscá-la, aí é mais fácil para mim”, disse Soneide.

A primeira-dama Glô Amastha esteve presente no local incentivando pais e mães a vacinar seus filhos. “Nenhuma criança deve ficar sem a vacina, estamos em plena campanha e é importante que os pais se conscientizem no sentido de que a vacina é um cuidado, uma proteção e é um direito da criança. Se não der para vir aqui, procure a unidade mais próxima e vacinem seus filhos”, reforçou a primeira-dama.

A enfermeira da Central de Vacinas da Semus, Juliana Araújo, ressaltou a importância dessa busca ativa em parceria com os CMEIs. “Entre os grupos prioritários, o público de crianças é o maior e até o momento só 53% foram imunizados e aqui nos CMEIs é justamente onde encontramos esse público específico. Os pais são avisados, trazem o cartão de vacina e as crianças são imunizadas”, explica Juliana, lembrando que durante a ação nos CMEIs, as equipes aproveitam também para vacinar os professores.

Até o momento foram imunizados 10.881 crianças (53,6% da meta que é 20.285); 2.170 gestantes (56% da meta que é 3.782); 363 puérperas (57% da meta que é 636); 9.452 idosos (89,3% da meta que é 10.578); 5.213 profissionais da saúde (78% da meta que é 6.654); 6.639 pessoas com doenças crônicas (67,5% da meta que é 9.830); 2.221 professores (meta aberta); e 917 privados de liberdade (estima-se uma população carcerária de mil pessoas).

A vacina está disponível nas seguintes unidades:

- CSC Arno 33

- CSC Arno 41

- CSC Arno 42

- CSC Arno 61

- CSC Arno 71

- CSC Arne 64

- CSC Arne 53

- Policlínica Arse 13

- CSC Arse 24

- CSC Arso 41

- CSC Arse 75

- CSC Arse 82

- CSC Arase 101

- CSC Arso 111

- CSC Arse 122

- CSC Arse 131

- CSC Taquari

- CSC Lago Sul

- CSC Liberdade

- CSC Laurídes Lima

- CSC Novo Horizonte

- CSC Alto Bonito

- CSC Eugênio Pinheiro – Aureny I

- CSC Aureny II

- CSC Santa Bárbara

- CSC Setor Sul

- CSC Bela Vista

- CSC Morada do Sol

- CSC Santa Fé

- CSC Taquaruçu

- CSC Buritirana