Educação

Foto: Bianca Zanella Bovolato e Ana Lúcia Bovolato e Ana Lúcia

Chapa 11 - Viver a UFT, liderada pelo vice-reitor no exercício da reitoria, Luís Eduardo Bovolato, com a atual diretora do Câmpus de Palmas/TO, Ana Lúcia de Medeiros, como candidata a vice-reitora, conquistou 73% da preferência da comunidade da Universidade Federal do Tocantins (UFT) na pesquisa eleitoral realizada nessa sexta-feira, 9. Eles superaram a Chapa 22 - UFT Forte: Diálogo e Ação, liderada pelo professor Adão Francisco de Oliveira, que teve a diretora de comunicação, Marluce Zacariotti, como candidata à vice-reitora.

A pesquisa teve a participação de 3.951 eleitores, entre professores efetivos, técnicos administrativos e estudantes da Universidade, um comparecimento que representa 19% do total de 20.533 integrantes da comunidade universitária aptos a votar nos sete câmpus da Instituição.

No total votaram 606 docentes, 567 técnicos e 2.778 alunos, sendo que a Chapa 11 venceu em todas as categorias com 81%, 82% e 69% dos votos, respectivamente.

Sobre a Pesquisa

A Pesquisa Eleitoral é uma consulta informal à comunidade universitária realizada tradicionalmente pelas representações das três categorias da Instituição - docentes, técnicos administrativos e discentes - com a finalidade de verificar os nomes com maior respaldo para serem indicados aos cargos de reitor e vice-reitor.

O resultado da pesquisa será levado ao Conselho Universitário (Consuni), que deve votar e encaminhar ao MEC uma lista tríplice com a indicação de nomes para o mandato dos próximos quatro anos à frente da Reitoria (2017-2021), em função da vacância do cargo de reitor ocasionada pelo falecimento de Isabel Auler, ocorrido dia 1° de maio. A votação oficial, no Consuni, está marcada para o dia 28 de junho.

Nota do Governador 

O governador do Estado do Tocantins, Marcelo Miranda, parabenizou as chapas concorrentes, reconhecendo a importância do processo que elegeu os novos representantes da UFT, "parabenizo os membros das chapas concorrentes e aos demais segmentos envolvidos. Essa é uma situação da qual podemos dizer que todos saíram vitoriosos por praticarem o exercício da democracia" , afirmou o governador.

Segundo o governador, a definição dos professores Luis Eduardo Bovolato e Ana Lúcia Mendonça, para os cargos de reitor e vice-reitora da instituição, por meio da prática democrática, só aumenta a responsabilidade deles diante do compromisso com o ensino, a pesquisa e a extensão. "Tenho certeza de que eles saberão gerir em favor dos interesses finais da sociedade, por meio de ações que promovam o desenvolvimento social, econômico e sustentável do Tocantins", disse o governador.