Campo

Foto: José Veloso

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) apresenta mais um ciclo de palestras do Projeto Dia D Contra Raiva na terça-feira, 13, no município de Talismã, região sudoeste do Tocantins. Mais de 400 alunos do 1º ao 9º ano das redes estadual e municipal, incluindo uma escola rural, receberão orientações sobre a raiva dos herbívoros e o riscos para saúde humana, informações sobre as ações de controle, por meio da captura dos morcegos hematófagos, principal transmissor da doença na zona rural, além de receberem material educativo.

O objetivo é disseminar informações para contribuir com a eficácia do controle da raiva dos herbívoros, com ênfase na preservação da saúde animal e da população, uma vez que esta doença pode ser transmitida ao homem por meio de contato com animais infectados ou sugadura do morcego hematófago. “O trabalho de conscientização é uma ferramenta crucial para prevenção da doença, em conjunto com a vacinação do rebanho. Com as palestras levamos informações que auxiliam nossos trabalhos e colaboram para resultados mais eficazes a médio e longo prazo”, afirmou o presidente da Adapec, Humberto Camelo.

No município, as palestras serão desenvolvidas em sala de aula, onde serão abordados assuntos como: raiva nos animais, identificação dos morcegos hematófagos e suas características que os diferencia das demais espécies, possíveis abrigos para estes morcegos, forma de transmissão, entre outros.

Dados

O Tocantins, em 2015 registrou 48 focos de raiva em herbívoros (bovídeos, ovinos, caprinos, equídeos), em 2016 foram constatados 43 focos da doença. As ações de controle da raiva capturaram, em 2016, um total de 1.571 morcegos hematófagos. De janeiro a maio deste ano, já foram capturados 1.124 morcegos desta espécie, destes 70 foram enviados ao laboratório oficial do Ministério da Agricultura para realização de exames. O restante foi tratado com pasta vampiricida e soltos para efetivação do controle populacional.

Por: Redação

Tags: Adapec, Humberto Camêlo, Talismã, campo