Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador professor Júnior Geo (PROS) fez uso da tribuna na sessão extraordinária dessa sexta-feira, 23, para cobrar respeito do Executivo em relação às decisões da Câmara de Palmas e à própria sociedade. A discussão ocorreu após a tentativa de mudança do nome inicialmente votado em 2012 como Escola Municipal de Tempo Integral Osmar Duailibe para uma escola municipal na 1306 sul, ARSE 132. O Executivo apresentou um Projeto de Lei à Casa com a intenção de fixar o novo nome para Colégio Forças no Esporte Almirante Tamandaré.

Para Júnior Geo, o impasse poderia ter sido evitado se houvesse diálogo entre as famílias dos homenageados para evitar tamanho desconforto. “Tirar uma homenagem em um nome de uma instituição ou mesmo qualquer prédio público é um grande desrespeito com os envolvidos e à própria sociedade”, afirmou.

O parlamentar acrescentou que há a necessidade de estabelecer critérios para a nomeação dos locais públicos em Palmas, nomes que dão sentido a fortalecer a história e cultura da capital. Independente disso, Geo considera que não se deve desrespeitar as homenagens já existentes, nem mesmo as decisões já estabelecidas.  “O que nós temos aqui, infelizmente, é uma ausência de respeito por parte do Executivo e da mesa diretora, atropelando as famílias”, afirmou.

Geo encerrou cobrando que se repense a forma como as decisões têm sido tomadas. “É necessário respeito do Executivo para o Legislativo, do Legislativo com o Executivo e com toda a sociedade. Essa ausência é o que mais me chateia. Daqui a pouco se muda o nome de escolas de pessoas que fizeram história no município de Palmas, daqui a pouco fazem desta Casa de Leis um anexo do Executivo, pois a maioria continua atendendo as suas vontades mesmo quando não faz sentido”, afirmou.

Entenda os trâmites

O PL apresentado neste ano com a intenção de mudar o nome foi arquivado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação com o argumento de que a homenagem já havia sido feita e votada. Após o arquivamento, a prefeitura distribuiu convites para a inauguração do colégio prevista para o próximo dia 26 deste mês com o nome não aprovado pela Câmara Municipal de Palmas. Para regularizar a ação, o líder do Governo no Legislativo Municipal, Major Negreiros (PSB), apresentou um requerimento tentando novamente a mudança de nome, desconsiderando a homenagem já ocorrida.

Por: Redação

Tags: Atividade Parlamentar, Júnior Geo, PROS