Polí­tica

Foto: Divulgação Até o momento apenas 2 dos 8 oito deputados federais se posicioram Até o momento apenas 2 dos 8 oito deputados federais se posicioram

Dos oito deputados federais que representam a população tocantinense no Congresso Federal, seis ainda não se posicionaram se votarão contra ou a favor da denúncia do presidente da República, Michel Temer (PMDB), acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter cometido o crime de corrupção passiva, com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS. Por se tratar do presidente da República, o Supremo Tribunal Federal (STF) só pode analisar a denúncia se a Câmara autorizar.

O posicionamento dos 513 deputados federais brasileiros sobre a denúncia está disponibilizado na plataforma 342 Agora!, site criado por artistas e formadores de opinião com o propósito de pressionar os deputados a autorizarem a investigação. “É uma ação suprapartidária, usando o poder da comunicação coletiva e das redes para gerar pressão nos deputados a favor da investigação do governo. Dos 513 deputados que participarão da votação, precisaremos de, no mínimo, 342 votos para que a denúncia seja aceita e Michel Temer afastado do cargo”, defendem os idealizadores.

Tomando como base a listagem do 342 Agora!, o site Conexão Tocantins entrou em contato com cada um dos oito deputados federais tocantinenses, diretamente ou por meio de suas assessorias de imprensa para confirmar a informação. Dois deles não responderam à reportagem: Carlos Henrique Gaguim (PMDB) e Vicentinho Júnior (PR).  Confira como se posiciona cada tocantinense:

A favor da denúncia

O único deputado tocantinense a figurar entre os favoráveis de que a denúncia seja julgada pelo STF é Irajá Abreu (PSD). “Venho perante toda a sociedade informar que votarei na Câmara dos Deputados a favor do recebimento da denúncia da PGR contra o Presidente Michel Temer, por entender que as acusações são muito graves e necessitam ser apuradas em definitivo de acordo com os rigores da nossa legislação pátria e pela imparcialidade do Supremo Tribunal Federal”, confirmou o parlamentar por meio de nota.

Contra a denúncia

Por sua vez, na lista dos contrários à aceitação da denúncia, está o deputado Carlos Gaguim,  que não respondeu ao site até o fechamento da matéria.

A também tocantinense Dulce Miranda (PMDB), de acordo com a plataforma 342 Agora!, votaria contra a denúncia, porém, ao Conexão Tocantins, a assessoria de imprensa da parlamentar informou que em nenhum momento Dulce declarou seu voto e que, portanto, a informação disponibilizada no site seria inverídica. Assim, Dulce passa à lista de indecisos.

Indecisos

Entre os indecisos na listagem do site estão dos deputados Josi Nunes (PMDB), Lázaro Botelho (PP), Cesar Halum (PRB), Dorinha Seabra Rezende (DEM) e Vicentinho Júnior. Conforme já explicado, apesar de constar na lista da plataforma como contrária à denúncia, a deputada Dulce Miranda até o momento, não declarou como votará.

Josi Nunes, chegou a ser colocada na lista de parlamentares que votariam contra a denúncia, porém, a assessoria de imprensa informou que solicitou ao site 342 Agora! que fizesse a alteração. Assim, hoje a deputada já consta na lista de parlamentares indecisos quanto ao destino do presidente, como confirma sua assessoria.

Cesar Halum, por sua vez, afirmou ao Conexão Tocantins  que está analisando a denúncia, juntamente com sua legenda, e que a liderança do PRB deverá se reunir até o final da semana com todos os membros da bancada para tomar uma posição. “Vamos aguardar um pouco mais, tem tempo. E uma coisa é certa: eu estarei lá para votar”, disse.

Na mesma linha, o deputado federal Lázaro Botelho informou, por meio de nota, que está analisando a denúncia e os argumentos da defesa do presidente, bem como acompanhando os debates na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e as discussões internas no âmbito do seu partido. “O parlamentar acredita que essa é uma decisão muito importante que não pode ser tomada assomadamente, posicionamento este igual ao dado pelo deputado no processo de impeachment do ano passado”, diz a nota. No processo do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), Botelho votou a favor da cassação.

A assessoria de imprensa da deputada Dorinha também confirmou que a parlamentar ainda não definiu se votará contra ou a favor da aceitação da denúncia. A assessoria do deputado Vicentinho Júnior não respondeu. O espaço permanece aberto.

Sobre a plataforma 342

Na plataforma, está disponibilizado um placar atualizado em tempo real com a intenção de voto de cada parlamentar, infográficos explicativos do processo de votação, incluindo as informações regionais de cada estado. Uma das ferramentas indica os contatos de cada deputado, com a opção de enviar um e-mail ou mensagem nas redes sociais.

A iniciativa tem apoio de artistas de diversas áreas, como Vagner Moura, Glória Pires, Caetano Veloso, Criolo, Martinho da Vila, Letícia Sabatela, Camila Pitanga, Vanessa da Mata entre tantos outros. Abaixo, o vídeo da campanha.

Até esta manhã, o placar aponta que 123 parlamentares são contra a investigação, 198 estão indecisos e 192 são favoráveis à investigação do presidente.