Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO) teve três emendas individuais de sua autoria acatadas na Comissão de Orçamento da Câmara ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias – PLDO 2018 que beneficiam vários municípios tocantinenses. Dorinha é membro da CMO e relatora setorial das áreas da Fazenda e Planejamento.

A primeira emenda trata da oferta de infraestrutura para a educação básica para a construção de escolas de tempo integral nas cidades de Araguaína (2 ETI’s), Araguatins (1), Colinas do Tocantins (1), Dianópolis (1), Guaraí (1), Gurupi (1), Paraíso do Tocantins(1) e Porto Nacional (1).

Já a segunda emenda aprovada trata da expansão e reestruturação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFTO). Reestruturação em Pedro Afonso, que possui um câmpus avançado, e expansão para Miracema do Tocantins, Palmeirópolis, Taguatinga, Guaraí e Xambioá. A parlamentar é autora do Projeto de Lei (PL 3.613/15) que cria câmpus do IFTO nesses cinco municípios com o objetivo de levar educação profissional aos jovens moradores dessas regiões, contribuindo no desenvolvimento e a integração regional.

O Hospital da Universidade Federal do Tocantins também foi incluído no Orçamento com a terceira emenda da Professora Dorinha acolhida. Dessa forma, o Governo Federal continuará enviando recursos para dar continuidade à construção da unidade.

Educação Básica

Já na Comissão de Educação, Dorinha aprovou duas emendas gerais à LDO. A primeira trata de infraestrutura da Educação Básica nacional, que visa prestação apoio técnico, material e financeiro para a construção, ampliação, reforma e adaptação dos espaços escolares, além da aquisição de mobiliário e equipamentos para todas as etapas e modalidades da educação básica, com a intenção de melhorar o processo de ensino-aprendizagem.

A segunda emenda trata da expansão e reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica. Essa emenda visa a construção, modernização, ampliação e reforma de imóveis, bem como aquisição de máquinas, equipamentos, veículos, mobiliários, laboratórios e imóveis de modo a apoiar a expansão da oferta de vagas em todo o país.