Estado

Foto: Samuel Daltan

Após cinco dias de visitas e reuniões em todas as varas e unidades administrativas da Justiça Federal no Tocantins, nesta sexta-feira (21), foram encerrados, em Palmas (TO), os trabalhos da Correição Geral Ordinária - coordenada pelo corregedor do Tribunal Regional da 1a Região (TRF1), desembargador federal João Batista Moreira. 

A correição teve o objetivo de apurar possíveis deficiências nos serviços e boas práticas. "Volto alegre (ao Tocantins) por ver que a cada dia a Seção está melhor e mais equipada. As questões funcionais já foram tratadas em reunião com os magistrados. Vamos preparar o relatório e levar ao Conselho de Administração. Aqui, foram encontrados poucos problemas", afirmou o desembargador federal João Batista Moreira durante a reunião de encerramento da Correição, realizada nesta sexta-feira, em Palmas. 

O diretor do Foro da Seção Judiciária do Tocantins, juiz federal Gabriel Brum, disse que a correição irá contribuir diretamente com a melhoria dos serviços prestados à população.

Para a realização da Correição Geral Ordinária, estiveram em Palmas, Araguaína e Gurupi os juízes federais em auxílio à Corregedoria Regional: Francisco Renato Codevila Pinheiro Filho e Newton Pereira Ramos Neto; além da diretora da Secretaria da 7ª Vara da SJMA, Alcileide Pereira da Silva; do chefe da Assessoria da Corregedoria Regional, César Alencar de Oliveira Silva; do diretor de Secretaria da 15ª Vara da SJDF, Ladinilson de Oliveira Carvalho; e do assessor técnico da Corregedoria Regional, Wellington José Barbosa Carlos.

Homenagem

Durante a reunião de encerramento Correição Geral Ordinária, o juiz federal Gabriel Brum entregou uma placa de agradecimento ao desembargador federal João Batista Moreira por ter sido o primeiro magistrado a atuar na Seção Judiciária do Tocantins. A homenagem faz parte das comemorações dos 25 anos de instalação da Justiça Federal no Estado.