Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, 4, a supervisão do Parque Estadual do Cantão (PEC) apresentou o balanço das operações realizadas no município de Caseara pelas equipes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) no patrulhamento ambiental aquático iniciado no último dia 28 de julho, que encerra com a apreensão de materiais de pesca predatória e de pescados transportados sem autorização.

De acordo com informações do supervisor de Unidade de Conservação do Parque Cantão, Adailton Glória, foi apreendido 01 motor rabeta, 440 metros de redes em diversas malhas, 75 kg de pescados de espécies diversas, 01 canoa de fibra de 5 metros, 02 caixas de isopor, 02 varas com molinetes e 15 boinhas preparadas para captura de quelônios.

Ainda de acordo com Adailton, três homens responsáveis pelos pescados empreenderam fuga e abandonaram as caixas dos pescados, ao perceberem a aproximação da equipe de fiscalização durante a blitz aquática realizada no Rio Coco, dentro da área do Parque. No período noturno, a operação se estendeu nas proximidades do PEC, além do pescado foi apreendido o restante do material informado e emitido Auto de Infração no valor de R$ 1.500,00.

Os agentes ambientais do Naturatins José Anastácio e Emival Rocha, junto com a equipe do BPMA sargento QPPM Cosmo, Moisés e Renato, informaram que vários pescadores amadores foram abordados durante o período da operação e além da vistoria das carteiras de pesca e das embarcações, a equipe ministrou orientações de educação ambiental aos visitantes.

As operações de fiscalização e monitoramento nos rios da região permanecem sendo realizadas mesmo com o encerramento do período de férias.

Por: Redação

Tags: Adailton Glória, Parque Cantão