Geral

Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/TO) encaminhou nota à imprensa lamentando a morte do advogado José Simone Nastari, 63 anos, após acidente aéreo com monomotor, nesse domingo, 20,  em zona rural de Palmas. "A OAB-TO reforça votos de força a todos os familiares e amigos de José Nastari". 

Segundo a OAB/TO, José Nastari tinha inscrição originária na Ordem de São Paulo e inscrição suplementar no Tocantins. Ele advogava desde o ano 2000.

O advogado ficou preso às ferragens e foi carbonizado após a aeronave cair e pegar fogo. O piloto conseguiu escapar e sobreviveu. 

Polícia Militar 

Segundo a Polícia Militar, o acidente aconteceu próximo a aeródromo. A PM informou que deparou-se com algumas pessoas, que informaram que no ultraleve havia dois passageiros. Após a queda, o piloto conseguiu se arrastar da aeronave, e foi socorrido pela equipe do SAMU. Já o outro componente, devido ter ficado preso nas ferragens, foi carbonizado pelo fogo que, supostamente, teria sido causado em virtude de o combustível ter vazado no local da queda. 

As causas do acidente serão informadas pela Perícia após a análise das circunstâncias, de acordo com a PM.