Economia

Foto: Divulgação

O desenvolvimento regional, com foco nas potencialidades latentes do Tocantins, foi destaque na abertura da programação internacional da Feira de Negócios de Palmas (Fenepalmas 2017), na tarde dessa sexta-feira, 25.

O secretario de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro Silva, conduziu o painel "Estado do Tocantins do Brasil para o mundo", com a participação do CEO da Palmas Loteamentos, Pedro Villaça; do diretor do Grupo Bertolini, Daniel Luiz Carvalho Bertoloni; e do superintendente do Desenvolvimento Econômico do Tocantins, Vilmar Carneiro.

Os avanços e demandas em termos de logística marcaram as abordagens dos participantes, da mesma forma que a importância da industrialização. Conforme pontuado pelos empresários e ratificado pelo secretário, uma boa logística de transportes, aliando a ferrovia e os demais modais, será capaz de tornar o Tocantins importante região para o atendimento da demanda crescente de alimentos para o mundo, levando em conta a preocupação cada dia maior com relação à segurança alimentar. 

Aos membros das embaixadas presentes no evento, Pedro Villaça frisou: "O Tocantins é capaz de produzir a maior parte dos produtos que são  consumidos e necessários à segurança alimentar dos países aos quais os senhores pertencem".

Ao abrir a agenda internacional da Fenepalmas, o presidente da Associação  Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Thiago Rosa, destacou que a proposta do evento era justamente apresentar o cenário de oportunidades de investimentos de Palmas e todo o Tocantins."A ideia da Acipa, junto com o Governo do Estado, foi trazer ao Tocantins a  discussão sobre a  expansão  dos nossos negócios  para fora do Estado e do país", enfatizou.

O secretário Alexandro de Castro também destacou a qualidade inovadora que esta programação internacional trouxe à Fenepalmas. "Esse painel de internacionalização  representa o primeiro momento em que a Fenepalmas traz para o Brasil dois embaixadores e adidos comerciais de países diferentes, que vêm prestigiar uma feira que se propõe a mostrar o Tocantins ao mundo nas suas condições de produção,  de logística e de investimentos. Hoje, isso pode  ser simbólico, mas, certamente, daqui a alguns anos iremos olhar para traz e ver que isso tudo teve início nesta feira, através de esforços da Acipa e do Governo do Estado, para que o Tocantins se internacionalizasse, quer seja na atração de investimentos, quer seja na destinação de seus produtos", pontuou. 

Outros temas

Além do painel sobre o Estado do Tocantins, a agenda internacional da Feira trouxe os seguintes temas: “Oportunidades e Sinergias de Negócios Brasil x Panamá”, que incluiu a  solenidade de nomeação da vice-presidência regional da Câmara de Comércio Oficial Internacional Brasil X Panamá; e “Palmas, destino do seu investimento”.

Países representados

Participaram da agenda internacional os embaixadores do Panamá e da Nicarágua, Edwin Emilio Vergara Caedenas e Lorena Del Carmen Martinez, respectivamente; a conselheira-chefe do Escritório Econômico e Comercial  da embaixada da Espanha no Brasil,  Isabel Rata Garcia -Junceda; o primeiro secretário de Assuntos Agricolas da Embaixada do Japão, Masao Mitsuhiro; a adida civil da embaixada da China, Ma Jianing; o conselheiro comercial da Republica Eslovaca Pavol Matejka; além do  ministro conselheiro e do adido econômico da embaixada do Reino dos Países Baixos no Brasil, Roderick Wols e Jörgen Leeuwestein, respectivamente.

Antes da agenda internacional da Fenepalmas, as comitivas das embaixadas foram recebidas no início da tarde no Palácio Araguaia pela vice-governadora Claudia Lelis.