Polí­cia

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais - DEIC/Palmas, concluiu nessa quarta-feira, 20, às investigações referentes ao crime de roubo praticado na modalidade Novo Cangaço, ocorrido no dia em 12 de janeiro de 2017, em Pium.

Na ocasião, assaltante armados, fazendo uso de armamento de grosso calibre e explosivos, subtraíram o valor de R$ R$ 14.800,00 (catorze mil e oitocentos Reais) da agencia da SICOOB e, logo após, detonaram explosivos na agência do Bradesco, ao tempo que efetuaram diversos disparos contra o Fórum da Comarca da cidade de Pium, causando danos nas edificações e no maquinário do prédio do Poder Judiciário.

Segundo o delegado Wanderson Chaves de Queiroz, responsável pelo caso, após investigações foi possível identificar Miguel A. S. como sendo um dos autores do crime o que possibilitou representação por prisão preventiva a qual foi judicialmente concedida e cumprida.

Além da ação em Pium, Miguel já responde a outras quatro ações penais por crimes como furto, roubo, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Miguel se encontra preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.  

Ainda de acordo com o delegado, as investigações continuam no sentido de identificar os demais envolvidos no crime.

Por: Redação

Tags: Pium, Polícia, Polícia Civil