Campo

Foto: Divulgação Moqueca de pintado Moqueca de pintado

Entre as ações da Embrapa na Semana do Peixe 2017, está a realização a partir desta terça-feira, 26, até dia 30 de setembro, de um festival que vai envolver restaurantes em Palmas-TO, cidade onde está sediada a Embrapa Pesca e Aquicultura. Cada restaurante vai concorrer com um prato. E os nomes são sugestivos: panqueca de tambaqui; pirarucu ao molho de cajuí; pirarucu na tapioca com molho cítrico; ceviche Piracema; calderada Graciosa; pirorticaba; moqueca de pintado; tortelli di pirarucu e zucca gialla; pirarucu da terra; e palito de peixe.

A pesquisadora Hellen Kato é uma das pessoas que está à frente da organização. "Sabemos que boa parte do pescado é consumida fora do lar e que o peixe é um produto bem representativo nos restaurantes da capital. Por isso, nossa ação de promoção do consumo visa promover a ida das pessoas aos restaurantes para apreciar pratos preparados com nossos peixes nativos obtidos na aquicultura (pirarucu, surubim e tambaqui) e descubram cada vez mais as vantagens desse consumo que vão muito além do sabor”, diz a pesquisadora. 

Além de experimentar os pratos, quem conferir o festival poderá avaliar tanto a comida como o atendimento recebido. O prato será avaliado, numa escala de 1 a 5, em três critérios: sabor, apresentação e criatividade. Já o atendimento do restaurante terá dois critérios: gentileza e eficiência. Quem fizer a avaliação deve identificar o restaurante do prato consumido e o garçom que fez o atendimento.

O resultado do festival está programado pra sair no dia 6 de outubro e a premiação serão consultorias do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A realização do 4º Festival Semana do Peixe, em Palmas, é uma realização conjunta da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), do Sebrae e da Embrapa. O patrocínio é do Pescados Piracema, frigorífico que fica em Almas, no Sudeste do Tocantins. Acesse livreto sobre o festival, com a relação dos 10 participantes, neste link.

Concursos escolares

Além do festival, a Embrapa está organizando dois concursos escolares: um de redação e outro de desenho. O foco é em escolas do ensino fundamental público de Palmas. Os estudantes menores (do 1º ao 5º ano) vão participar com desenhos e os demais (do 6º ao 9º ano) com textos. A ideia é que eles, juntamente com os professores, possam refletir sobre o consumo de pescado. Mais informações sobre os concursos podem ser obtidas pelo telefone 3229-7833, na Embrapa.

As ações da Embrapa na Semana do Peixe 2017 buscam colaborar para que esse seja um alimento cada vez mais presente na alimentação do brasileiro. Na visão de Hellen, “a Embrapa tem uma grande missão, desenvolver pacotes tecnológicos cada vez mais eficientes para levar as boas práticas de produção às nossas aquiculturas e tornar o nosso pescado cada vez mais seguro, presente em todos os restaurantes e gôndolas de supermercado e saudável. E o mais importante disso tudo: melhorando a eficiência na produção, teremos o pescado cada vez mais competitivo, sendo uma proteína de alto valor biológico acessível a toda população”.