Campo

Foto: Divulgação Adapec

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) registrou um caso de Mormo, doença infectocontagiosa, em um animal no município de Palmas, nessa quinta-feira, 19. Todas as medidas de contenção do foco estão sendo tomada, como: sacrifício do animal, interdição da propriedade e investigação do vínculo epidemiológico. Com isso, quaisquer aglomerações de equídeos no município estão suspensas até a conclusão do saneamento.

O caso positivo de Mormo foi confirmado pelo exame laboratorial confirmativo Western Blotting realizado pelo laboratório oficial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O saneamento consiste na realização de dois exames sucessivos de todo o plantel, com intervalos entre 45 e 90 dias, desde que os resultados sejam negativos. Segundo o responsável pelo Programa Estadual de Sanidade dos Equídeos, Raydleno Mateus Tavares, a partir de agora serão feitas investigações epidemiológicas para levantar possíveis contatos deste animal com outros, e com isso, evitar que a disseminação da doença.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, alertou os produtores sobre a importância de adquirir animais com exames negativos para o Mormo e outras doenças as quais exigem comprovação de exames negativos. “O proprietário só devedeixar entrar em sua propriedade, animais com exames negativos e dentro do prazo de validade para evitar casos da doença”, ressaltou o presidente.

Não há vacina e nem tratamento eficaz para o mormo, o único método previsto na Instrução Normativa nº 24 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), é o sacrifício do animal positivo.

Mormo

O mormo é uma doença infectocontagiosa causada por bactéria que acomete principalmente os equídeos (asininos, equinos e muares). Nos equídeos, os principais sintomas são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. Existe ainda a forma latente na qual os animais não apresentam sintomas, mas possuem a enfermidade.

Já o ser humano, normalmente é infectado pelo contato com animais doentes, os principais sintomas são febre, com pústulas cutâneas, edema de septo nasal, pneumonia e abscessos e, diversas partes do corpo. É uma zoonose de difícil tratamento, quase sempre fatal.

Por: Redação

Tags: Adapec, Humberto Camêlo, Mormo, campo