Campo

Foto: Divulgação O sistema completo instalado na Fazenda Bom Tempo, é composto por oito biodigestores O sistema completo instalado na Fazenda Bom Tempo, é composto por oito biodigestores

A Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) realiza na quinta-feira, 30, das 8 às 12h, o Dia de Campo “Sistema de Biodigestão na Avicultura”. O evento acontece na propriedade rural Fazenda Bom Tempo, em Palmeiras do Tocantins. A ação faz parte do convênio Seagro / Mapa - 806634/2014, que tem como objetivo incentivar a utilização de biodigestores no Tocantins.

De acordo com o técnico de Sistemas Elétricos da Seagro, Reginaldo Novais, o sistema instalado na Fazenda Bom Tempo, é composto por oito biodigestores, que tem capacidade para o tratamento de dejetos de cerca de 300 mil aves distribuídas em dez galpões. “A cada ciclo (de 60 dias) são tratados mais de 430 toneladas de dejetos. Todo o biogás gerado por este complexo abastece dois geradores elétricos que tornaram a propriedade autossuficiente em energia elétrica”.

O técnico ressalta que, além da geração da energia necessária para manter toda a atividade pecuária da empresa, os benefícios ambientais também são relevantes, como a eliminação da emissão do gás metano, que é altamente nocivo à atmosfera e que contribui sobremaneira para o aquecimento global. “Sem contar que o sistema evita a contaminação do solo e água através do lançamento direto dos dejetos”, enumera Reginaldo Novais.

Reginaldo Novais ressalta que a energia gerada do biogás possui diversas finalidades. O biogás gerado a partir da decomposição no interior do biodigestor poderá ser utilizado na geração de energia elétrica e/ou para queima direta em fogões. “E ainda, a mistura, água e biomassa, resultante do processo de decomposição, se transforma em biofertilizante, que poderá ser utilizado para corrigir o solo, substituindo os agrotóxicos mais pesados, proporcionando uma lavoura totalmente orgânica”, complementa.

Programação

O dia de campo contará com atividades em quatro estações e palestra de encerramento sobre as linhas de financiamento para sistemas de biodigestão. Nas estações serão tratados os temas: processo de alimentação dos biodigestores; geração de energia com o biogás conectada a rede da concessionária; propriedades e aplicação do biofertilizante na propriedade: comparativos com outros fertilizantes e resultados; utilização do biofertilizante para sistemas de biodigestão.

São parceiros no evento, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Banco Nacional da Amazônia (Basa), a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e Sebrae Tocantins.