Estado

Foto: Maria Luiza Moreira Nível do Rio Tocantins em Peixe chegou a 5 metros acima do normal Nível do Rio Tocantins em Peixe chegou a 5 metros acima do normal

A Defesa Civil Municipal de Peixe, na região sul do estado, informou que o nível das águas do Rio Tocantins voltou ao normal e as comunidades que vivem às margens estão fora de perigo. No início desta semana o rio subiu cerca de 5 metros após a abertura das comportas da Usina Hidrelétrica de Peixe/Angical.

Segundo a coordenadora da defesa civil no município, Maria Luiza Moreira, as comportas tiveram que ser abertas com urgência para dar vazão ao alto volume de água no reservatório da usina. “Fizemos um trabalho intenso de comunicação nas rádios locais e também indo pessoalmente até às comunidades para avisar aos moradores sobre os riscos de permanecer no local. Todos os moradores foram retirados, inclusive aqueles que habitam nas ilhas do Rio Tocantins na região. Não houve nenhuma ocorrência.” Informou a coordenadora.

Alerta

Por causa do volume de chuvas no Tocantins, que nos últimos dias ficou entre 50 e 100 milímetros, a Defesa Civil Estadual mantém o alerta para os municípios tocantinenses. Segundo o diretor executivo do órgão, Major Diógenes Madeira, não há preocupação especial com nenhum município específico, mas o alerta permanece.

“Tivemos algumas ocorrências que exigiram uma intervenção rápida em Porto Nacional, Paraíso e Sampaio com erosões que chegaram a ameaçar a estrutura de residências. Nós intervimos junto com as defesas civis municipais e a população já está fora de risco.” Informou o diretor.

A Defesa Civil orienta à população a nunca enfrentar enchentes, evitar atravessar as águas de carro ou a pé, pois há risco de ser arrastado pela correnteza e de cair em buracos formados pela erosão. Pessoas que morem abaixo de usinas hidrelétricas e barragens devem estar sempre atentas ao nível dos rios e informações fornecidas pelos meios de comunicação local ou Defesa Civil. Ao transitar por rodovias sob intensa chuva, é preciso redobrr os cuidados, diminuindo a velocidade. Em caso de inundações e enchentes, procurar abrigo em terrenos mais elevados.

Por: Adenauer Cunha

Tags: Defesa Civil, Município de Peixe, Peixe Angical