Opinião

Indícios muito fortes me levaram a crer que Deus nunca foi brasileiro. Veja bem, o que levaria ao Senhor da Criação escolher o Brasil como país sede? Ora bolas, se não merecemos sequer uma olimpíada e a única copa do mundo que realizamos foi porque nenhuma nação se interessou, e ainda por cima perdemos. Não não, Deus não é brasileiro.

Alguns otimistas falam que talvez pela nossa rica fauna e flora, pela grandiosa floresta Amazônica, Deus seria brasileiro. É pouco provável que Deus seja vegetariano e não há provas concretas que ele seja apaixonado por animais. Acredito sim, Deus não é brasileiro. Mas pela diversidade do nosso povo, pela nossa alegria, pelo respeito às religiões, tem gente que ainda bate a tecla e diz que "Deus é brasileiro". Vamos com calma, brasileiro por quê? Por um acaso somos o país mais religioso do mundo? Ou talvez o mais abençoado? Ora, para contra-argumentar eu prefiro ser mais objetivo: Deus não é brasileiro.

Como assim, Deus brasileiro? Ele não seria tolo a ponto de cair naqueles ditos populares, "casa de ferreiro o espeto é de pau" ou ainda mais pecaminosos, do tipo, "santo de casa não faz milagres". Ora, não sou evangélico, não sou ateu, mas sou cristão, e digo com veemência: Deus não é brasileiro.

A maior taxa de juros do planeta... Ainda dizem que Deus é brasileiro? A maior dívida externa do mundo... e Deus é brasileiro? Um dos países mais corruptos... Nossa! E Deus nasceu aqui? O país que mais desmata... Tudo acabará em fogo? Apocalipse? Sem essa, de falar que aqui não existem furações ou desastres ecológicos. Sem essa de falar que não existem guerras. Sem essa de tentar elogiar a bondade do nosso povo. Deus é brasileiro? É pouco provável. Talvez se o tivermos ele dever ter um carimbo bem grande "Made in Paraguay". Deus é brasileiro... que piada!

Se você fosse Deus, você seria brasileiro? Não sei se ele joga futebol, se ele desfila em escolas de samba, ou se já foi beneficiado com o mensalão, mas daí a dizer que ele é brasileiro? Tenha santa paciência. Nem o cacau, nem a rapadura são nossos? Agora Deus? É muita pretensão para nosso comportamento serviçal.

Tudo bem que Deus poderia, quando muito, ser das Américas. O Canadá ou os Estados unidos, por exemplo, teriam cacife para sediá-lo. Já seria uma grande honra para os brasileiros poder fazer parte do "continente de Deus". Não é querendo ser pessimista, mas até um papa brasileiro já seria uma conquista incrível, algumas santas talvez, mas Deus ser brasileiro, temos muito que aprender sobre Deus ainda.

Deus é do universo inteiro, e de brasileiro ele tem muito pouco. Talvez um nordestino que sofre com a seca, um desempregado que sofre com os filhos ou um mendigo que pede o pão; para estes sim, Deus (apesar de não ser brasileiro) faz uma visita e os abençoa, já que vivem esquecidos, para não deixar que sofram mais ainda ou morram.

Esses nunca disseram que Deus é brasileiro. Mas apesar dos pesares, acreditam nele. Possuem grande fé. Um Deus "Made in Brasil" sairia com a nossa cara. O Maracanã seria pintado de branco e teria uma bela auréola no lugar da iluminação. Suas mensagens seriam transmitidas em trios elétricos. Suas assistências seriam feitas em vôos superfaturados e as bênçãos teriam que ser aprovadas em dois ou três turnos com suborno aos "anjos da oposição". Um Deus brasileiro não daria certo.

Prefiro como está; Deus não é brasileiro, e nem de ninguém. Deus é das pessoas, Deus é do planeta, é dos céus, é de um universo inteiro respeitando as diferenças, respeitando os credos, respeitando as formas de adoração. Apesar das brincadeiras, Deus é para ser respeitado, Deus é para ser adorado, Deus para ser de todos e sem nenhum país sede.

Idglan Maia (BOB)

Jornalista

Por: Redação

Tags: Escolas, Opinião