Palmas

O projeto visa o plantio de um milhão de mudas de árvores em vias públicas, parques, jardins, quintais e matas ciliares dos córregos e nascentes no perímetro urbano, áreas protegidas, propriedades rurais e urbanas e, ainda, o ajardinamento de 3 mil m 2 de áreas urbanas, nas regiões Central, Norte, Sul, Taquaruçu e Buritirana.

Para cada bebê nascido, uma muda de árvore será doada e plantada para celebrar a vida da criança, pois uma árvore, depois de crescida e cuidada com carinho, significa comemorar a vida também.

A previsão é de que mais de cinco mil mudas sejam plantadas anualmente e, conseqüentemente, cinco mil famílias sensibilizadas pela ação.

A primeira criança a ter sua muda é a recém-nascida Agatha Sofia, de apenas uma semana, moradora da 407 Norte. A muda será plantada nesta sexta-feira, 17, às 10 horas, na residência do bebê, com a presença do secretário da Semact, Sadi Cassol. Na oportunidade será entregue certificado contendo o nome da criança e espécie de árvore plantada.

O projeto tem como objetivo, ainda, minimizar os efeitos negativos provenientes da degradação ambiental que dá espaço ao processo de urbanização por muitas vezes desordenado. A Semact acredita que ações como esta mobilizam a sociedade para que, em parceria com o poder público, seja responsável pela maior interação entre o desenvolvimento e a manutenção de uma boa qualidade ambiental e de vida na cidade.

Ascop

Por: Redação

Tags: Palmas