Campo

A Ceasa - Central de Abastecimento de Hortifrutigranjeiros do Estado do Tocantins está dentro do cronograma de construção e poderá ser concluída até outubro deste ano. A obra já se encontra com cerca de 60% das instalações prontas. A edificação, estrutura metálica possui dois galpões distribuídos em áreas de serviço e administração.

Nesta primeira etapa estão sendo construídos dois galpões. Um será destinado à comercialização, já com cerca de 100% da estrutura finalizada. O outro será voltado para administração, com 70% da estrutura concluída. O próximo passo da construção serão as escavações internas, ou seja, o levante das divisórias internas dos 30 boxes. Cada galpão possui 1.800 metros quadrados.

Reunião

Nesta quarta-feira, 22, o secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Sahium, apresentou as principais metas para o funcionamento da central de abastecimento à lideranças políticas e ao secretário da Indústria e Comércio, Eudoro Pedroza. Entre as metas apresentadas para o empreendimento, Sahium destacou o gerenciamento organizado com as diversas cadeias produtivas, a aproximação com produtores rurais e supermercadistas do Estado, feirantes e todos os envolvidos na comercialização.

O secretário frisou ainda a importância de todos os segmentos ligados à comercialização e a produção agrícola estarem unidos para alcançar bons resultados. "Neste primeiro momento é muito importante a união de todos. Esta obra tem a possibilidade de colocar o Tocantins no cenário nacional como grande exportador de hortifrutigranjeiros", adiantou.

Área

A construção da Ceasa será realizada por etapas. O local tem espaço para edificar mais de oito galpões, em uma área de 66 hectares, incluindo estacionamento, áreas verdes e livres e lotes comerciais.

Concurso

A Seagro está organizando um concurso para a população escolher o nome da futura Central de Abastecimento de Palmas.

Elmiro de Deus

Por: Redação

Tags: Estado, Pecuária, Tocantins, campo, indústria