Economia

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) teve aumento de 1,29% em setembro, taxa superior à de agosto, que foi de 0,98%. Novamente o aumento é o maior desde 2004. O IGP-M é a taxa aplicada para corrigir os principais preços do mercado, como tarifas de eletricidade, água e telefone, e também para o reajuste de aluguéis.

O cálculo foi divulgado hoje (27) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (IBRE-FGV). No ano, o índice acumula alta de 4,07%, e o acumulado dos últimos 12 meses é de 5,67%.

A taxa foi pressionada para cima pela variação de preços no atacado. Entre os dias 21 de agosto e 20 deste mês, período de coleta dos dados, o Índice de Preços no Atacado (IPA) chegou a subir 1,83%. A alta do mesmo período anterior foi de 1,31%.

O aumento foi causado principalmente pelos preços de Matérias-Primas Brutas, que subiram 5,85% em setembro, ante 4,26% em agosto e 1,58% em julho. Soja (3,5% para 11,89%), milho (6,34% para 17,17%) e cana-de-açúcar (-4,94% para -2,03%) explicam boa parte da aceleração.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu em setembro 0,21%, menos do que os 0,39% de agosto

Agência Brasil

Por: Redação

Tags: Economia, Soja