Economia

A decoração natalina com lâmpadas de diversas cores deixa os ambientes mais alegres e mantém a tradição desta época do ano. Porém, o consumidor deve se atentar para o custo adicional na conta de energia.

De acordo com a CPFL Paulista, um jogo de 100 lâmpadas, por exemplo, consome em média 50W. Caso esse conjunto fique ligado oito horas, isso representará um gasto de 0,4kWh. Dessa maneira, a residência gastará, no período de um mês, aproximadamente R$ 4,30.

Alguns cuidados devem ser tomados para o clima de tranqüilidade não acabar em tragédia. Deve-se ficar atento e tomar algumas providências para que a comemoração da data ocorra bem.

Precauções

O gerente de produtos da Sylvania, empresa de iluminação, Eduardo Leonelo, disse que é necessário verificar todos os fios para checar se não estão quebrados ou com emendas, além de organizar os presentes embaixo da árvore em uma distância segura dos fios para evitar acidente.

"É importante que a pessoa se certifique que não existem fios desencapados, junções com mau contato e outras possíveis falhas nos equipamentos elétricos utilizados em anos anteriores e que ficaram guardados", afirmou.

Outra dica de segurança é não sobrecarregar as tomadas com um único divisor de energia, o conhecido "benjamim", evitando-se curtos elétricos. "As instalações nas áreas externas também merecem atenção, pois é necessário proteger tomadas e fios contra chuva ou contato com água", completou.

Além disso, segundo a CPFL, em instalações externas de jardins, por exemplo, o cuidado principal deve ser dado ao local de passagem dos cabos (terreno úmido, árvores, passagem de carros). Esses cabos devem ter isolação elétrica por onde passam e devem estar protegidos com dutos adequados. Toda emenda deve ser isolada com fita isolante de boa qualidade e os pontos de junções devem ser feitos de maneira a proporcionar o melhor contato possível. Caso a conexão não esteja adequada, haverá superaquecimento e, conseqüentemente, um maior consumo de energia e risco de incêndio.

InfoMoney

Por: Redação

Tags: Economia