Economia

As alunas do curso de tecelagem do Loteamento Irmã Dulce, em Palmas, receberam neste domingo, 9, os certificados de conclusão da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social. O curso teve a duração de três meses e ensinou técnicas de urdir e tecer em tear chileno para a confecção de almofadas, caminhos de mesa, jogos americanos, mantas, tapetes, toalhas entre outras peças confeccionadas com barbantes, linhas grossas e finas.

Segundo a instrutora do curso, Luceni Freitas, as alunas aprenderam as tramas do tear e estão preparadas para a confecção e a venda dos produtos, já que a Diretoria de Qualificação e Gestão de Trabalho e Renda também repassou noções de negócios para a turma. "O próximo passo será a criação da associação das tecelãs, onde as associadas devem aprimorar as técnicas e também oferecer futuramente cursos multiplicando o que aprenderam", explicou.

A renda da família de Maria da Glória de Jesus, que antes vinha somente da horta cultivada no quintal de casa, agora será ampliada. "Aprendi muitas coisas, foi um pouco difícil, mas entendi direitinho como tecer, agora vou fazer parte da associação e sei que vou vender muito", afirmou.

O projeto de geração de renda da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social foi realizado por meio de convênio com a Associação de Moradores do Loteamento Irmã Dulce. Uma parte do material confeccionado e as linhas, ficarão com a associação, para que as famílias possam dar continuidade ao projeto. Outra parte será encaminhada para demais associações para incentivo do curso.

Secom

Por: Redação

Tags: Economia