Economia

A rede hoteleira brasileira deverá oferecer descontos de até 50% na tarifa praticada (aquela anunciada no momento da compra) a idosos e acompanhantes, no período de baixa temporada. O acordo, fechado entre o Ministério do Turismo e a Associação Brasileira de Resorts e a Federação Nacional de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, foi anunciado ontem (11) pela ministra Marta Suplicy.

A expectativa da ministra é que cerca de mil hotéis ofereçam o desconto já no primeiro semestre de 2008 e que chegue a 2,5 mil estabelecimentos, no segundo semestre do próximo ano.

A ministra do Turismo participou da abertura da 19ª Reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT), em Brasília, e apresentou as novas metas para o programa Viaja Mais – Melhor Idade em 2008.

Para 2008, o ministério espera que 50 mil idosos comprem pacotes que vão partir de 12 estados para 35 destinos.

A ministra disse que, em 2007, o programa ultrapassou a meta de 7 mil pacotes partindo de Brasília ou São Paulo para 14 destinos, e atingiu a venda de 9 mil pacotes para 23 destinos.

"Esse não é um programa de ocasião, que vai ter um ano e depois não vai ter. Então nós sabemos que vai crescer paulatinamente, mas vai crescer", disse a ministra.

O objetivo do programa Viaja Mais é promover o turismo no país nos períodos de baixa estação. Por isso, o programa é mais divulgado nos meses de março a maio e de setembro a novembro. Marta Suplicy disse que o Viaja Mais não foi criado para tentar amenizar problemas com o caos aéreo.

"A gente não pode esquecer que no final do ano muitas pessoas viajam porque suas famílias moram distante, não é pra lazer, é pra visitar a família. Essas pessoas não vão mudar com crise aérea ou sem crise aérea", alegou a ministra.

Agência Brasil

Por: Redação

Tags: Economia, turismo