Geral

A desvalorização do carro usado atingiu 5,04%, em 2007, conforme levantamento realizado pela Molicar, consultoria especializada no setor automotivo. "Quanto maior a facilidade para o consumidor na compra do carro novo, maior será a depreciação do veículo usado", afirmou o diretor da Molicar, Vitor Meizikas Filho.

A depreciação dos usados importados chegou a 14,34%, porcentagem quatro vezes maior que a dos nacionais, de 3,40%. "Em outros países, a diferença de preço, entre carro novo e usado, é relativamente expressiva. Essa tendência definitivamente ainda não ocorre no Brasil", disse Filho.

Cuidados na hora de comprar o usado

Apesar da redução nos preços, é preciso tomar alguns cuidados antes de adquirir um veículo usado, pois muitos consumidores acabam comprando carro roubado sem saber.

Desconfiar das facilidades extravagantes, como carros muito baratos ou pagamento muito facilitado, é a principal recomendação dos especialistas. Bastante atenção deve ser dada às feiras de automóvel, que são lugares mais propícios para encontrar veículos nessa condição.

Outro alerta está em verificar os dados do vendedor, além de, nos casos de veículo comprado em agência de automóveis, exigir sempre a nota fiscal de compra e o documento de venda fechado no nome do comprador, com reconhecimento de firma em cartório público.

InfoMoney

Por: Redação

Tags: Veículos