Campo

Foto: Divulgação

Os agricultores tocantinenses provaram mais uma vez estar conscientes da correta destinação final das embalagens vazias de agrotóxicos. Pelo terceiro ano consecutivo, a devolução dos recipientes cresceu no Estado. De acordo com dados do Inpev – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – em 2007, foram 80.780 kg de embalagens devolvidas, ou seja, 23,5% a mais que no ano de 2006, quando foram recolhidas 65.400 kg.

Para o presidente da Adapec – Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins, Humberto Camêlo, os números são animadores, mas o objetivo é alcançar novos parceiros nessa luta, por isso durante todo o ano a Agência cadastra, inspeciona, e fiscaliza o comércio de agrotóxicos em todos os municípios do Estado. Além disso, várias palestras são ministradas com o intuito de conscientizar os agricultores do uso dos agrotóxicos e da correta destinação das embalagens.

Segundo a coordenadora de Inspeção Vegetal da Adapec, Nilza de Sousa César, o crescimento mostra que o trabalho da Adapec está no caminho certo. “Com o apoio de todos os envolvidos e com o aumento do número de postos de recolhimento no Estado, ficou bem mais fácil para o produtor entregar os recipientes, que podem contaminar o meio ambiente e causar intoxicações em pessoas e animais”, disse.

Atualmente, o Tocantins tem cinco unidades de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos em funcionamento e estão localizadas nos municípios de Pedro Afonso, Silvanópolis, Formoso do Araguaia, Colinas e Lagoa da Confusão. Em Araguaína, o posto está em fase de licenciamento com o Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins.

Dados

Desde 2004, quando foram implantados postos de recolhimento no Estado, os números não param de crescer. Naquele ano foram 19.020 kg de embalagens vazias. Em 2005, 34.948, enquanto 2006 registrou a coleta de 65.400 kg de recipientes. Já 2007, foram 80.780 kg de embalagens entregues aos postos de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos.

Em todo o país, o crescimento também tem sido uma constante. Em 2004, foram 13.933.111 kg, contra 17.881.162 em 2005, e 19.633.849 kg em 2006. O ano de 2007 foi fechado com 21.129.382 kg de embalagens recolhidas.

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Agrotóxicos, Tocantins, campo