Campo

Foto: Fitopatologia.net

Já foram detectados focos da ferrugem asiática em 10 estados. De acordo com dados do Consórcio Antiferrugem da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Maranhão, Tocantins, Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Mato Grosso do Sul.

Em Tocantins foi notificado um caso da doença da soja ocorrido no município de Campos Lindos, a 491 km de Palmas, região Noroeste de Tocantins.

O estado de Mato Grosso do Sul lidera as estatísticas da ferrugem asiática no país, com o registro de 375 focos. Ainda assim, para a Embrapa, a situação é de controle no estado, sem possibilidade de perdas na produção, por enquanto.

Em seguida, com maior número de casos vem o estado do Paraná, que até o momento registra 327 ocorrências da ferrugem asiática. Os outros estados com focos da doença são Goiás (50), Rio Grande do Sul (41), Mato Grosso (24) e Rondônia (8).

A recomendação da Embrapa Soja aos produtores rurais é que intensifiquem o monitoramento em suas lavouras, uma vez que a ferrugem já se encontra na região, embora sem a severidade de outros anos. Isso porque as condições ambientais se encontram altamente favoráveis ao desenvolvimento da doença.

A Embrapa acredita que até este momento não há riscos de perdas pela doença, já que a maioria das lavouras se encontra protegida com fungicidas.

 

Da redação com informações Agrolink e Embrapa

Por: redação

Tags: Soja, campo