Meio Ambiente

Foto: Divulgação

 Avaliar os resultados alcançados pelas UC’s - Unidades de Conservação localizadas na Amazônia em 2007. Esse é o foco do evento realizado na sede do Parque Estadual do Cantão, localizado próximo a Caseara, entre os dias 11 e 15 de fevereiro.

Cerca de 70 técnicos de UC’s da Região Amazônica participam do evento, além do presidente interino do Naturatins, Marcelo Falcão Soares (o governador Marcelo Miranda já disse que Marcelo Falcão não é mais interino e sim presidente mas ainda falta oficializar), técnicos responsáveis pela gestão das unidades de conservação no Estado e do MMA – Ministério do Meio Ambiente, membros do GTZ (Grupo Alemão) e consultores contratados pelo programa Arpa - Áreas Protegidas da Amazõnia.

Também estão participando os gerentes das demais unidades de conservação estaduais (Lajeado, Jalapão e Monumento Natural) com o objetivo de elaborar novas metas e estratégias de trabalho com foco no alcance de resultados.

Iniciado em 2006, o PGR – Programa de Gestão para Resultados propôs a avaliação inicial de sete unidades de conservação, que foram selecionadas entre 100 unidades, para participarem desse processo. Dentro das metas observadas durante a avaliação, cada unidade tinha que se superar na adequada aplicação dos recursos, na internalização do Arpa junto ao publico interno e ter uma execução satisfatória no planejamento estratégico desenvolvido dentro da UC.

Durante a avaliação realizada no ano de 2006 o Parque Estadual do Cantão estava na ultima posição, entre as sete unidades participantes da avaliação. Já na avaliação realizada em 2007 anunciada durante o evento, o Cantão superou as principais metas do PGR e alcançou a primeira posição.

“É um ganho extremamente importante para o Estado, já que essa avaliação conta pontos extras para que a Unidade continue sendo contemplada com recursos do Arpa”, salientou o presidente interino do Naturatins.

Um grupo composto de nove unidades de conservação, também localizadas na Amazônia e selecionadas pelo Arpa, será avaliado pelo PGR durante o ano de 2008.

Para a coordenadora de Unidades de Conservação do Naturatins, Marissônia Lopes, com a implementação da gestão nas outras unidades, os estados poderão atrair novos investidores para essas regiões, ainda não contempladas.

 

Da redação com informações Secom