Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara de vereadores de Palmas e Secretário-geral do diretório regional do PMDB, Carlos Braga, disse hoje, 21, em plenário que não se pode, no momento, tolher as outras pré-candidaturas do partido à Prefeitura da Capital. Braga afirmou que os partidos tem diversos líderes de peso e que acatará a decisão que for tomada na convenção de junho.

Embora reconheça a importância e o peso do deputado estadual Eli Borges (PMDB), Braga afirmou que a sigla tem outras opções, como, por exemplo, o vereador Evandro Gomes. “No dia em que o partido tomar uma decisão, esta será a minha posição”, garantiu o presidente da Câmara. “Nunca fiquei em cima do muro, politicamente.”

Cogitado como pré-candidato, Carlos Braga falou que, como qualquer parlamentar, gostaria de ser prefeito de Palmas. “Mas para ser prefeito da Capital, a gente não escolhe, é escolhido. O partido é que define”, ressaltou.

Sobre a entrevista dada ao “Jornal Stylo”, o parlamentar confirmou que pensa exatamente o que está publicado. “Aproximar-se e conseguir o apoio do PMDB depende do prefeito Raul Filho (PT).”

Por: redação

Tags: Câmara de Palmas, Carlos Braga, Política