Palmas

Aprovado em 2006, o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração da Educação (PCCR) do Município não contempla aproximadamente 300 profissionais do setor que, agora, reivindicam os benefícios dados ao restante da categoria. Presentes à sessão de hoje (27/02), portando cartazes e solicitando o “PCCR Já”, professores da rede municipal de ensino tiveram o seu apelo atendido pelos parlamentares.

O presidente da Casa, Carlos Braga (PMDB), após conversar por telefone com o secretário municipal da Educação, Danilo de Melo Souza, informou que foi marcada uma audiência na Câmara, amanhã, às 9 horas, para discutir o projeto.

Em seu pronunciamento, o vereador Wanderlei Barbosa (PSB) disse que o objetivo é votar a proposta antes de 5 de abril. “Se este projeto não vier, tudo o que foi construído até agora será jogado por terra”, ressaltou. O vereador Ivory de Lira (PT) também destacou a necessidade de se fazer justiça com os cerca de 300 servidores ainda não contemplados com os benefícios do PCCR.

Da redação com informações Dicom Câmara

Por: Redação

Tags: Palmas