Campo

O cultivo da chamada safrinha de milho, cultivada logo após a colheita da safra principal de verão, pode render lucro líquido quase duas vezes maior do que a própria soja, de acordo com cálculos de analistas de mercado.

Nas contas da Agência Rural, de Cuiabá (MT), por exemplo, a rentabilidade com o milho safrinha deve girar em torno de R$ 360,00 por hectare, enquanto o ganho com a soja deve situar-se em cerca de R$ 190,00. A lucratividade da safrinha de milho é 89,5% superior à da soja.

Esse ganho pode ser otimizado com a formação da safrinha a partir de sementes de variedades de milho, no lugar de sementes de milho híbrido. “O milho variedade é uma excelente opção, pois tem custo de produção relativamente baixo e apresenta boa resposta produtiva”, destaca o agrônomo Armando Portas, da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) da Secretaria de Agricultura de São Paulo.

De acordo com o técnico, o cultivo de variedades para a produção da safrinha é especialmente recomendado para os agricultores que não dispõem de solos de boa qualidade (adequadamente adubados e corrigidos), para os produtores interessados em investir na integração lavoura-pecuária, ou ainda na reforma de pastagens.

“O milho variedade, em vez do híbrido, é uma excelente opção nesses casos, pois o custo de aquisição das sementes é bem menor e a produção, apesar de as plantas serem semelhantes, apresenta variabilidade genética. Desta forma, se houver falta de água, parte das plantas não será afetada pelo estresse hídrico”, explica o técnico.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Por: redação

Tags: campo