Estado

Foto: JH Rodrigues Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

A cidade de Natividade está se mobilizando para receber uma demanda maior de visitantes aos seus atrativos turísticos, após ter sido eleita uma das “Sete Maravilhas Brasileiras”. Hoteleiros, guias, donos de restaurantes, Secretaria Municipal de Turismo reuniram-se nesta semana com o empresário Marcos Borges, proprietário da operadora de Palmas “Autêntica Turismo”, turismólogo, historiadora e a coordenadora de capacitação e certificação da ADTUR - Agência de Desenvolvimento Turístico, Viviane Tenório, que vistoriou e avaliou os equipamentos, a fim de identificar as necessidades na melhoria da mão-de-obra.

O grupo visitou os principais atrativos, para conhecer o produto Natividade: as igrejas históricas, ruas do centro com casario representativas do período colonial, oficina de ourivesaria artesanal, fábrica de licores, biscoitos de dona Naninha, centro místico Bom Jesus de Nazaré (dona Romana), cachoeiras e balneários. A movimentação pretende formatar roteiros segmentados para serem comercializados pela operadora, em parceria com a empresária local, Jocirene Coelho Morais, do Hotel Serra Geral, que fará o receptivo dos turistas.

A Adtur está apoiando e acompanhando este processo de roteirização do município de Natividade, tendo seus técnicos orientado os empresários durante o encontro, como formar pacotes turísticos observando-se a composição de preços, conteúdo dos roteiros, comercialização e definição de atrativos. Também deverá avaliar estes roteiros e pacotes antes de serem oferecidos ao consumidor final.

Situada na região Sudeste do Estado, a 220 km de Palmas, e pertencente à região turística “Serras Gerais”, Natividade figura entre as sete maravilhas brasileiras, resultado de concurso nacional promovido pela editora Caras, cujo resultado saiu em fevereiro.

Para Jorcirene Morais, o momento é de conscientização do trade nativitano, mostrando os benefícios que a comunidade terá com a presença de turistas. Diz que Natividade ainda é, no momento, uma passagem para o roteiro “Encantos do Jalapão” para comitivas do Distrito Federal, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, mas com a divulgação, qualificação dos prestadores de serviços e trabalho que virão, irá transformar-se em um destino turístico competitivo. O empresário Marcos Borges, da Autêntica Turismo, acredita no potencial de Natividade e afirma que seu roteiro é rico no formato Histórico-Cultural, mas também vai oferecer opções para todos os gostos.

No Tocantins estão capacitadas juridicamente para trabalharem como operadoras de turismo as agências Stella Tour, de Dianópolis (rafting e turismo de aventuras); Autêntica Turismo (roteiro Palmas e entorno, Jalapão); Bananal Ecotour (pesca esportiva, Jalapão, Palmas, Ilha do Bananal); Batista Pereira, Viagem e Cia, Norte Tour (que também já vende Natividade) e Safári Camp Korubo. Todas estão cadastradas na Embratur.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Estado, natividade, Tocantins, turismo