Estado

Foto: Elson Caldas Gov. Marcelo Miranda, pref. Paulo Mourão e min. Altemir Gregolin assinam ordem de serviço para construção do frigorífico Gov. Marcelo Miranda, pref. Paulo Mourão e min. Altemir Gregolin assinam ordem de serviço para construção do frigorífico

No Brasil, o governo federal dará início à construção de quatro frigoríficos de pescado, sendo um único na região Norte, no Tocantins, no município de Porto Nacional. A ordem de serviço para o início das obras foi assinada nesta segunda-feira, 17, no município de Porto, pelo governador Marcelo Miranda (PMDB), pelo ministro da Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolin, e pelo prefeito Paulo Mourão (PT).

O frigorífico será a primeira unidade pública de beneficiamento de pescado do Tocantins, construído mediante cerca de R$ 1 milhão em investimento, através de parceria entre estado, união e município. A previsão é de que a obra esteja pronta em seis meses, beneficiando 5 mil toneladas de pescado ao dia e gerando cerca de 70 empregos diretos e mil indiretos.

O governo do Estado, além de já ter contribuído com R$ 176 mil na aquisição de maquinário, irá colaborar com o monitoramento da produção pesqueira e aquicola e com o levantamento de dados estatísticos, em parceria com a UFT – Universidade Federal do Tocantins, segundo termo de cooperação também assinado no evento.

Para o ministro, o Tocantins possui um grande potencial para a pesca, “por ser um estado rico em água, com um clima excelente e espécies nobres (de peixe)”, disse, citando que, com o novo frigorífico, a produção do pescado será beneficiada, agregando mais valor. “Esta obra será um marco histórico para o Tocantins, no sentido de desenvolvimento da cadeia do pescado”, completou.

Gregolin também citou novos projetos para o Tocantins, como a construção de unidades de beneficiamento de pescado (de menor porte) nos municípios de Araguacema e Caseara, a construção de uma fábrica de gelo em Xambioá (com capacidade para 3 toneladas-dia) e o início da alfabetização de pescadores artesanais.

Na solenidade, o governador citou a importância das parcerias, como a que tornou possível esta obra. “Este é um momento histórico, é mais uma página preenchida para que as futuras gerações possam ver o quanto valeu a pena a máquina pública se modernizar e abrir espaço às parcerias”, considerou Marcelo Miranda.

Estrutura

O frigorífico de peixe de Porto Nacional contará com fábrica de gelo, câmara frigorífica, lavador de pescado com esteira e demais equipamentos necessários. Para o membro da associação de pescadores Porto-Peixe, Paulo Alves Ribeiro, a obra já traz como benefício inicial a possibilidade de exportar a produção para outros estados, visto que o pescado contará com certificação de abate.

Inaugurações

O evento de assinatura da ordem de serviço para o início das obras foi prestigiado por parlamentares federais, estaduais, por prefeitos da região e por secretários de Estado, além de um grande número de populares. Antes, o governador e o prefeito inauguraram 3,5 quilômetros de pavimentação asfaltica de ruas do setor Tropical, que custaram R$ 486 mil, recursos oriundos do governo do Estado. Ainda foi inaugurada uma ciclovia no setor Planalto, construída com recursos do Ministério do Turismo em parceira com a prefeitura local. A ciclovia liga o setor Planalto ao Jardim Querido e faz parte do projeto de revitalização da Orla de Porto Nacional.

Fonte: Secom