Meio Ambiente

Os Estados que compõem a Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) deverão apresentar na próxima reunião do Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia, este mês, em Belém, medidas complementares adotadas para enfrentar o problema. Na sexta-feira, 28, eles apresentaram ao Ministério do Meio Ambiente a situação atual de monitoramento e controle do desmatamento e da regularidade ambiental de imóveis rurais.

Os representantes dos Estados informaram sobre medidas para atendimento à determinação do Banco Central com relação à Resolução 3545/08 do Conselho Monetário Nacional, que inclui critérios ambientais nos financiamentos da safra 2008/2009 no bioma Amazônia.

O diretor do Departamento de Articulação de Ações da Amazônia, André Lima, reafirmou as medidas adotadas pelo Ibama, como o recadastramento dos produtores rurais, a restrição de acesso ao crédito a quem não cumpre normas ambientais e embargo das propriedades onde for detectado desmatamento ilegal.

Para o secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável, Egon Krakhecke, presente à reunião, é preciso somar esforços para enfrentar o grave problema do desmatamento e estabelecer uma agenda positiva capaz de garantir a sustentabilidade da Amazônia e o desenvolvimento social e econômico de suas populações. "Essa é uma responsabilidade compartilhada entre várias instâncias de governo, e o enfrentamento será mais efetivo se também compartilharmos as ações", disse Krakhecke, segundo a Agência Brasil.

O Estado de Mato Grosso vem contestando os números divulgados pelo governo federal, que o colocam como um dos campeões de desmatamento. Mas a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirma que o momento não é de discutir nuances, mas juntar esforços para a preservação das florestas.

O Brasil está entre os quatro maiores emissores mundiais de dióxido de carbono (CO2), por causa da derrubada de florestas e das queimadas, de onde vêm 75% dos gases de efeito estufa liberados no País.

Da redação com informações: DiárioNet

Por: redação

Tags: Amazônia Legal, Meio Ambiente