Polí­tica

Foto: Divulgação Dicom/AL Procuradores se reuniram com os deputados na sala vip Procuradores se reuniram com os deputados na sala vip

Representantes de procuradores federais foram recebidos na manhã desta terça-feira, dia 8, pelos deputados, na sala vip do Parlamento. A reunião, cuja proposta partiu do deputado Raimundo Moreira (PSDB), que também é advogado público federal, é parte de um movimento nacional da categoria que busca apoio de todas as assembléias legislativas do Brasil. O objetivo da classe é encontrar uma solução para a greve que se estende há três meses.

No encontro, os representantes dos grevistas no Estado expuseram seus problemas que, segundo eles, motivaram a paralisação. De acordo com o chefe da Consultoria Jurídica da Advocacia-Geral da União no Tocantins (AGU-TO), Marlon Mochnacz, no ano passado, a categoria fez um acordo de reajuste salarial com a Presidência da República que não foi cumprido. Ainda de acordo com Mochnacz, o governo federal alegou perda de receita, em virtude da não-aprovação da CPMF.

Os representantes dos grevistas também mencionaram a falta de condições de trabalho e a desvalorização da carreira da advocacia pública federal. O chefe da unidade da Defensoria Pública da União no Tocantins (DPU-TO), Igor Barbosa, solicitou aos deputados que eles “não permitam um ‘apagão’ na justiça, porque, sem a defensoria, o povo padece”.

Após os pronunciamentos dos procuradores, o presidente da Assembléia, deputado Carlos Henrique Gaguim (PMDB), solicitou que os líderes grevistas apresentassem suas reivindicações por escrito para que os deputados possam encaminhá-las ao Congresso Nacional e à bancada federal do Tocantins. “Tenho certeza de que o apoio é unanimidade entre os deputados”, declarou Gaguim.

Dicom/A.L