Campo

Foto: Fernanda Menta

A unificação do calendário de vacinação contra a febre aftosa e a constituição de um grupo para estudar a retirada gradual da vacina. Estas propostas, que serão enviadas ao Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, são resultado do Fonesa – Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária, que aconteceu nestas quinta e sexta- feira, dias 5 e 6, em Belo Horizonte – MG.

O Tocantins defendeu não só a unificação do calendeário de vacinação, mas também, os estudos para que a vacinação contra a febre aftosa seja retirada sem risco para a sanidade do rebanho. "É importante retomarmos a discussão da retirada gradativa da vacina para que possamos avançar com o programa de erradicação da Aftosa", destacou o presidente da Adapec – Agência de Defesa Agropecuária, Humberto Camêlo.

De acordo com a proposta definida no Fórum, todos os estados do circuito Pecuário Leste deverão alterar o calendário de vacinação e passar a imunizar o rebanho contra a aftosa nos meses de maio e novembro. Fazem parte desse circuito os estados de Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e parte de Minas Gerais. Atualmente, além do Tocantins, a vacinação nos meses de maio e novembro é realizada em outros 12 estados e no Distrito Federal.

Quanto a retirada da vacina, foi acordado que inicialmente será montado um grupo composto pelos estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo e Paraná, para estudar a alteração da faixa etária de vacinação dos animais, a fim de definir quais serão imunizados apenas uma vez ao ano.

"Convênios com o Ministério da Agricultura", "Rastreabilidade" e 'Fiscalização de produtos veterinários" foram temas também discutidos no encontro. Estiveram presentes, além do Tocantins, representantes dos órgãos de defesa dos estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

Fonesa

Os próximos encontros entre os executores de sanidade agropecuária serão realizados nos meses de agosto, em Curitiba - PR e outubro, em Palmas – TO. O Fonesa, criado em 2000, tem como principal finalidade promover a permanente articulação entre os órgãos de defesa agropecuária, objetivando o desenvolvimento harmômico e integrado das ações de sanidade animal, vegetal e inspeção higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos de origem animal e vegetal.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Fonesa, Vacinação, campo